Take a fresh look at your lifestyle.

Grupo Experimental de Teatro do Liceu Claudio Santoro apresenta espetáculo ‘Bem Ali’

-publicidade-

Evento no Teatro da Instalação será nesta quinta-feira (10/12), às 19h

O Grupo Experimental de Teatro (GET) do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro apresenta, nesta quinta-feira (10/12), uma remontagem do espetáculo “Bem Ali”, no Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, Centro), às 19h. O evento, promovido pelo Governo do Amazonas, já teve as vagas preenchidas por meio de agendamento no Portal da Cultura. A classificação é para 16 anos.

Como forma de marcar o fim das atividades do GET neste ano, a peça “Bem Ali” ganhou uma nova concepção para a remontagem do texto com os novos alunos do grupo.

“Este espetáculo já faz parte do repertório do grupo e foi escrito pela Alessandra Pin, dramaturga que é ex-aluna do GET, e que criou essa história com base nas músicas do Nicolas Jr.”, explica o coordenador de Teatro do Liceu, Tiago Oliveira.

“Decidimos remontar neste ano para os novos alunos e para marcar o fim do ano. Devido à pandemia, a maior parte de nossos ensaios foi realizada de forma on-line, com retorno gradual dos ensaios presenciais. Esperamos que o público aprecie o trabalho do GET”, ressalta.

‘Quase-comédia, quase musical’ – “Bem Ali” é definido como uma quase-comédia, quase-musical, e mostra a trajetória da protagonista Cheylane, que sonha em tornar-se estrela da Broadway e, para isso, deixa a comunidade de São Gabriel da Cachoeira.

A montagem traz em sua concepção elementos do teatro popular e do teatro-físico, além de brincar com atmosfera dos sonhos, da realidade e ficção, com coreografias cheias de signos e símbolos de um universo paralelo em constantes mudanças.

O professor do GET, Elizeu Melo, assume a direção da nova montagem e destaca o trabalho dos atores feito dentro da Commedia Dell’Arte, uma forma de teatro popular, junto com a composição da cultura dos ribeirinhos, criando uma linguagem popular para a peça.

“Trabalhamos no formato de teatro popular para que esta peça possa ser apresentada em qualquer ponto de Manaus ou até do interior do Amazonas”, declara Melo. “Para esta nova montagem trabalhamos muito o corpo e voz dos atores, além do figurino, dentro da Commedia Dell’Arte, com um final totalmente diferente da primeira montagem. A trilha sonora traz clássicos como Lucinha Cabral, Wanderley Andrade, grupo Barbatuque, Nicolas Jr., Raízes Caboclas, entre outros”, afirma.

O diretor também destaca o trabalho do GET em meio à pandemia e as medidas de segurança e prevenção tomadas para a apresentação do espetáculo.

“Os atores trabalharam arduamente, mesmo com a distância social, para apresentar este espetáculo, que é realmente um grito, uma vontade de fazer arte e de ter um mundo melhor mesmo em meio a uma pandemia. Todas as medidas de segurança foram tomadas para prevenção da Covid-19, e os atores estarão protegidos no palco com luvas e viseiras”.

Ficha técnica – “Bem Ali” tem a direção de Elizeu Melo, assistência de direção de Robson Ney, coreografia de Eugenio Lima, dramaturgia de Alessandra Pin, produção de Vania Rosas e Samuel Rosas, tendo a coordenação de teatro de Tiago Oliveira.

O elenco é composto por Paula Barbosa, Vania Rosas, Eduardo Oliveira, Wesley Craveiro, Mario Jorgi, Cacau Gonsalves, Neuriza Figueira, Mayara Cabral, Gabriel Ricardo, Bianca Gomes e Lenine Machado.

FOTO: Divulgação

-publicidade-