GuardiAM 24 horas faz diagnóstico para a criação de novos projetos de combate à criminalidade

Após a definição das diretrizes estratégicas do Programa GuardiAM 24 horas, o secretário de Estado Extraordinário, coronel da Polícia Miliar Walter Cruz, reuniu na tarde desta quarta-feira (10/10) com os representantes das forças de segurança que compõem o Programa e das respectivas equipes com o objetivo de desenvolver diagnósticos para formatar os próximos projetos voltados às ações de combate à criminalidade.

O doutor em Planejamento Estratégico, professor Mário Pierre, apresentou a metodologia de análise SWOT, sigla oriunda do inglês das palavras Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), para que cada equipe que integra os eixos de Segurança Pública, Presídios e Fronteiras, elencasse os pontos fracos e fortes das instituições, além de ameaças e oportunidades de cada órgão de segurança.

“A partir desse levantamento, os grupos irão nos enviar os diagnósticos documentados até a próxima semana. Com base nas informações compiladas, análises serão feitas pelas lideranças do GuardiAM 24 horas e assim iniciaremos o planejamento para a canalização de recursos e execução dos projetos”, disse Pierre.

Na ocasião, as equipes do Eixo Segurança, representada pelo coronel da Polícia Militar Gilberto Gouvea, delegado de Polícia Civil Ivo Henrique Moreira Martins, perita criminal Sheila Maia Nascimento e o diretor-técnico do Detran-AM, Rodrigo de Sá; do Eixo de Fronteiras e Divisas, comandada pelo tenente-coronel José Almir Cavalcante Rodrigues; e do Eixo Penitenciário, liderada pelo coronel da Polícia Militar Rivaldo da Costa Barbosa, foram divididas para que cada órgão pudesse explorar com mais clareza os itens de vulnerabilidade das instituições e formular os diagnósticos.

Treinamento – O secretário executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel da Polícia Militar Gilberto Gouvêa, salientou que, após a entrega dos documentos, as equipes multidisciplinares vão passar por um treinamento.

“Após o levantamento produzido pelas equipes, pretendemos propor projetos, além dos que já foram apontados pela empresa Giuliani Security & Safety (GSS), para que as prioridades das próximas ações sejam estabelecidas pelo GuardiAM 24h e assim darmos continuidade ao cronograma determinado pelo coronel Walter Cruz”, concluiu Gouvêa.

FOTO: DIVULGAÇÃO