Take a fresh look at your lifestyle.

“Guia metodológico para ensino remoto” será lançado nesta segunda-feira (15/02)

Aulas remotas iniciam dia 18/02, na capital e interior do Amazonas

-publicidade-

Alunos da capital e interior não ficarão sem aulas durante a pandemia do novo coronavírus. O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) elaborou um “Guia metodológico para ensino remoto”, com lançamento virtual confirmado para segunda-feira (15/02), às 9h.

Na mesma data terá início a formação pedagógica de gerentes, diretores de unidades, assessores e instrutores, com a participação de, aproximadamente, 250 pessoas de Manaus e dos 61 municípios do interior. Durante três dias (15, 16 e 17/02), o grupo será orientado sobre a forma correta de utilizar o guia e aplicar as técnicas de ensino em suas localidades, tudo virtualmente.

O diretor-presidente do Cetam, professor doutor José Augusto de Melo Neto, ressalta a preocupação da instituição com a formação de seus alunos. A aplicação do ensino remoto, segundo ele, foi o meio encontrado para os alunos não terem o aprendizado prejudicado durante o período de quarentena, uma vez que as aulas presenciais precisaram ser suspensas por força de decreto estadual.

O ensino remoto na rede pública de ensino tornou-se uma alternativa por meio do Decreto nº 43.342, de 29 de janeiro de 2021. Essa modalidade de ensino no Cetam, na educação profissional continuada, nos cursos técnicos e tecnológicos, destaca-se como uma possibilidade metodológica que envolve o desenvolvimento de atividades não presenciais, apoiadas em tecnologias de informação e comunicação.

Elaboração – O “Guia metodológico para ensino remoto” foi elaborado por uma comissão do Cetam, formada por técnicos que atuam na educação profissional e que têm experiência em tecnologias educacionais. A coordenação do Guia esteve a cargo da professora doutora Lucimar Jacinto, diretora do Cetam EaD. “O ensino remoto desenvolvido pelo Cetam propõe assegurar o retorno às aulas para os estudantes que tiveram sua formação suspensa por conta da pandemia do coronavírus”, explica.

No material foram detalhadas 15 diretrizes para o ensino remoto do Cetam. Conforme a professora Lucimar Jacinto, dentre essas orientações destacam-se a organização do calendário escolar de 2021 e a reelaboração dos cronogramas dos cursos com os diagnósticos das atividades dos componentes curriculares que ficaram em atraso. “Os alunos precisam concluir os componentes curriculares. Daremos continuidade aos cursos suspensos em função do contexto da pandemia. Também planejamos a oferta de novos cursos para o segundo semestre deste ano”, comentou.

O diretor-presidente complementa dizendo que o Cetam oferece, no Guia, planos de aulas contextualizados para as adversidades do Amazonas. “Nos preocupamos em apresentar sequências didáticas que envolvem os conteúdos, objetivos da aprendizagem, recursos, metodologias de ensino e as atividades de avaliação”, frisa o professor José Augusto.

Retomada – Segundo a professora Lucimar Jacinto, o ensino remoto é uma oportunidade de retomada dos estudos, de continuidade dos cursos que estavam sendo realizados, bem como uma alternativa para o planejamento de novas ofertas de cursos para este ano letivo e para o próximo. “Não sabemos por quanto tempo ainda teremos que lidar com a pandemia do novo coronavírus. E não podíamos mais deixar de atender as necessidades formativas de nossos alunos da educação profissional”, observou.

A diretora acadêmica do Cetam, professora Rita Mara Garcia, também esteve na linha de frente da elaboração do Guia e na organização da formação pedagógica da equipe. Ela reforça a importância do trabalho do Cetam, neste contexto de pandemia, e ressalta que todos têm direito à educação.

“Um curso de qualificação profissional representa a conquista da autonomia, da independência. É uma visão de futuro, de novas possibilidades de inserção no mercado de trabalho”, destaca a diretora acadêmica, que aproveitou para informar que as aulas remotas, na capital e interior do Amazonas, terão início dia 18/02.

Foto: Cleudilon Passarinho

-publicidade-