Foto - Polícia Civil

Na tarde desta segunda-feira (11), agentes da 13ª Delegacia de Policia Civil de Esperantina, Norte do Piauí, prenderam, preventivamente, em Manaus, Laercio Araújo de Sousa, acusado de aplicar o golpe ‘compra premiada’. De acordo com a Polícia Civil, o ele enganou centenas de pessoas e pode ter obtido, de forma fraudulenta, milhões de reais por meio de estelionato.

O delegado Leonardo Alexandre Martins, da 13ª Delegacia de Policia Civil de Esperantina, afirma que Laercio abriu uma empresa de consórcio, que funcionava com um esquema de ‘compra premiada’, em que ele firmava contratos com os clientes e fazia sorteios mensais.

“Ao ganhar o sorteio, os clientes não precisavam mais pagar as prestações. Esse tipo de contrato já nasce com uma predestinação a se tornar fraudulento, porque ele não teria como honrar os compromissos que estava firmando. Ao final, a maioria dos clientes não foi contemplada e não conseguiu receber o valor final firmado no contrato”, explicou o delegado ao G1 da Globo.

Centenas de pessoas registraram boletins de ocorrência contra o acusado, desde de 2015. Com o inquérito, o Ministério Público ofereceu denúncia em janeiro de 2019.

Laércio de Sousa foi preso na residência da sogra em Manaus. No 17º Distrito Policial da Polícia Civil do Amazonas, o acusado fica à disposição da Justiça. Ele vai ser recambiado para uma unidade prisional do Piauí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here