Foto - Polícia Civil

Ronaldo Pereira da Silva, de 31 anos, foi apresentado na tarde desta terça-feira (18), na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), avenida Altaz Mirim, zona leste de Manaus, depois de ficar hospitalizado em uma unidade de saúde, após se livrar de um linchamento praticado por populares. O homem é acusado de matar um marceneiro a facadas na noite do último sábado (15), no bairro Cidade Nova, Zona Norte.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu por volta das 23h30 na rua Pagiel, no Loteamento Riacho Doce. A vítima e o suspeito discutiram e durante luta corporal, Ronaldo teria esfaqueado o marceneiro atingindo no tórax e no abdômen.

“A vítima e o acusado estavam bebendo, assistindo um jogo. Aliás, não se sabe nem exatamente se a vítima estava bebendo, o que se sabe é que esse acusado tirou uma brincadeira com a vítima, a vítima não gostou, mas também não reagiu e ele, por motivo fútil, desferiu algumas facadas na vítima, no peito e no abdômen”, afirmou o delegado Orlando Amaral, titular da DEHS, ao G1 da Globo.

Ainda segundo a autoridade policial, a vítima não teve nem como reagir por ser deficiente físico e, o acusado, por crueldade, desferiu as facadas. Ele confessou o crime em depoimento, segundo na Delegacia de Homicídios.

Ronaldo Pereira da Silva foi indiciado por homicídio qualificado e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here