Homem é preso após romper tornozoleira eletrônica no bairro Coroado na zona leste de Manaus

Jonilson Costa de Souza

Investigadores do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriram na tarde desta quinta-feira (20/9), por volta de 14h, mandado de prisão por regressão de pena em nome de Jonilson Costa de Souza, 30. O infrator estava respondendo processo por tráfico de drogas em liberdade com uso tornozeleira eletrônica, entretanto, no momento da abordagem policial, Jonilson estava sem o objeto. A informação é do delegado Jamilson Pacheco, titular da unidade policial.

De acordo com a autoridade policial, o mandado de prisão em nome de Jonilson Souza foi expedido no dia 19 de setembro do ano corrente, pelo juiz Roberto Santos Taketomi, da Vara de Execuções Penais (VEP). Os policiais civis do 4º DIP prenderam o indivíduo na rua Santo Antônio, terceira etapa do bairro Coroado, zona leste de Manaus.

“Nossa equipe de investigação recebeu a informação que Jonilson havia quebrado a tornozoleira eletrônica que usava. Nos deslocamos até o endereço dele informado no mandado, ao chegamos no local o avistamos na frente da residência, onde efetuamos a prisão do infrator. Na ocasião, a tornozelira que Jonilson usava foi encontrada escondida em um muro, na frente da casa dele”, explicou Pacheco.

Crime – De acordo com o titular do 17º DIP, Jonilson Souza foi preso no dia 12 de novembro de 2014, na rua Professora Raimunda Magalhães, antiga Santo Antônio, terceira etapa do bairro Coroado, por envolvimento com o tráfico de drogas. Na ocasião, policiais receberam denúncias que no endereço supracitado, dois elementos estavam comercializando substancia entorpecente.

Ao chegar na região, os indivíduos foram avistados. Após buscas minuciosas, foi encontrado com a dupla, R$ 123 em espécie, 48 porções de maconha, além de dois celulares. Os dois infratores foram conduzidos ao 6° DIP, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Trâmites – Após os procedimentos cabíveis no 11º DIP, o delegado explicou que Janilson será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.