Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Hospital Nilton Lins deve funcionar em 72 horas para pacientes com Covid-19

O governador Wilson Lima anunciou, neste domingo (10/01), que o Hospital Nilton Lins deve começar a operar em 72 horas, com a oferta inicial de 81 leitos clínicos e 22 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para atendimento a pacientes com Covid-19. Wilson Lima esteve na unidade para acompanhar a montagem das estruturas dos leitos e o abastecimento de medicamentos.

“Nesse domingo, o nosso pessoal continua trabalhando, abastecendo farmácia, montando os leitos, e nossas forças estão todas concentradas para que a gente possa abrir mais espaços e expandir a nossa rede de assistência. Aqui, nós estamos abrindo inicialmente 81 leitos de enfermaria e mais 22 leitos de UTI, e a nossa previsão é que esses leitos estejam disponíveis nas próximas 72h. Nós estamos fazendo uma força-tarefa para que isso aqui esteja pronto para atender os nossos irmãos que estão sendo acometidos pela Covid”, afirmou o governador Wilson Lima, que também destacou o apoio de órgãos e da iniciativa privada nessa força-tarefa.

“Estamos todos os dias reunidos buscando parcerias com a Prefeitura, com o Governo Federal e com a iniciativa privada para que possamos fazer a ampliação, abrir espaços como esse da Nilton Lins, onde temos o apoio da Transire, que tem cedido equipamentos. Temos apoio da Justiça Federal, a juíza Jaiza Fraxe, que foi importantíssima para que pudéssemos ter esse material que foi utilizado naquele hospital de campanha da Prefeitura, e estamos juntando todos os esforços para que possamos aumentar o máximo possível a nossa capacidade”.

Chamamento Público – A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), junto com o Centro de Serviços Compartilhados (CSC-AM), lançou, no sábado (09/01), o chamamento público para realização de Dispensa de Licitação, com o intuito de contratar empresas interessadas em prestar serviços para o Estado, no Hospital Nilton Lins, na zona centro-sul de Manaus.

“A partir dessa segunda-feira, várias sessões vão ocorrer ao mesmo tempo para recebimento de propostas e documentação das empresas interessadas em prestar serviço aqui, de forma 100% transparente e aberta ao público que quiser. Essa foi uma das condições que, inclusive o Governo do Amazonas, a Secretaria de Saúde impôs para podermos utilizar esse espaço com 100% de transparência em todas as ações de contratação com aval dos órgãos de controle”, explicou o secretário da SES-AM, Marcellus Campêlo.

Recrutamento de profissionais – A SES-AM iniciou o recrutamento de profissionais para o reforço da rede assistencial de saúde pública do Amazonas. Para o Hospital Nilton Lins, devem atuar cerca de 440 profissionais, entre enfermeiros e médicos intensivistas, clínicos gerais, fisioterapeutas, farmacêuticos, técnicos de enfermagem e técnicos da área administrativa.

“Fizemos uma seleção de profissionais na própria rede, fizemos um segundo contrato daqueles profissionais da nossa rede que só tinham um contrato, aqueles que quiseram fizeram um segundo contrato e estamos trazendo parte para a Nilton Lins. Fizemos um chamamento de RH, via Ministério da Saúde, com banco de dados do Ministério da Saúde, onde vários profissionais se inscreveram e já estão sendo contratados, parte para o Hospital Nilton Lins. Estamos conversando com o Corpo de Bombeiros para remanejamento de profissionais que também estão lá na Policlínica Gilberto Mestrinho e que já tiveram experiência no passado no combate à Covid para vir para atuar nessa unidade. Estamos fazendo uma força-tarefa para que, nos próximos dias, este hospital esteja em operação,” disse Marcellus Campêlo.

FOTO: Diego Peres/Secom

-publicidade-