O Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado na zona leste de Manaus, completou 12 anos esta semana. Inaugurada no dia 27 de setembro de 2006, a unidade está recebendo obras que visam a ampliação de leitos, com previsão para serem concluídas ainda neste semestre. Serão abertos 28 leitos no total. Outra ação para melhorar ainda mais a qualidade do atendimento oferecido na unidade é a substituição de aparelhos de ar-condicionado antigos por novos.

“São melhorias que visam não apenas aumentar a capacidade de atendimento, mas melhorar os serviços e o acolhimento aos pacientes”, observa o secretário estadual de Saúde, Orestes Guimarães de Melo Filho. Ele ressalta que a unidade é muito importante para a rede estadual e que, por isso, tem sido prioridade no trabalho de recuperação do sistema de saúde da capital, em curso pela atual gestão.

“Já adicionamos ao sistema atual da unidade mais 20 aparelhos de ar-condicionado e outros aparelhos já estão sendo instalados”, declarou Orestes.

Segundo maior pronto-socorro da zona Leste de Manaus – o primeiro é o João Lúcio -, entre outras especialidades, o Platão Araújo está capacitado para realizar cirurgias ortopédicas de média e alta complexidade, e destina leitos a cirurgia vascular e a pacientes com problemas de diabete acometidos por úlcera venosa e arterial. Somente este ano, de 1º de janeiro até esta sexta-feira (28/09), o hospital já realizou 3.453 cirurgias, uma média de 12 procedimentos por dia.

Reativação de leitos – Uma das primeiras medidas tomadas pela Susam no Platão Araújo foi reativar leitos da UTI pediátrica que estavam parados por falta de equipamentos. O setor passou de dois leitos para cinco. Dos 28 novos leitos que serão abertos na unidade, 12 serão exclusivos para atendimento psiquiátrico, e também para tratar de outras necessidades da unidade. O local também está recebendo obras de adequação em enfermarias.

A diretora do Platão Araújo, Eliane Silva do Nascimento, disse que nestes 12 anos, a missão da unidade tem sido oferecer o melhor atendimento possível em urgência e emergência aos habitantes de uma das zonas mais populosas de Manaus. “Estamos muito felizes em participar desta história e trabalhamos todos os dias para fazer o melhor pelos usuários que confiam e buscam atendimento neste hospital”, afirmou a diretora.

Ela ressalta que, por ser unidade porta aberta, o Platão recebe uma demanda alta de pacientes, a maioria com problemas que deveriam ser tratados nas Unidades Básicas de Saúde. Ainda assim, todos são acolhidos e atendidos, o que às vezes gera situações de picos altos de atendimento. “É importante que as pessoas entendam que os prontos-socorros são para atendimentos de emergência. Aqui trabalhamos com a classificação de risco, ou seja, a prioridade depende da gravidade do paciente”, explica.

Demanda – Em 2017, passaram pela internação do Platão Araújo 9.479 pessoas. Este ano, de janeiro até esta sexta-feira (28/09), já foram 7.194 internações.

Os serviços oferecidos no Platão Araújo são:

· Atendimentos em Urgência e Emergência (adulto e pediátrico) em média e alta complexidade;

· Internação de Cirurgia Geral, Ortopédica e Vascular;

· Internação Pediátrica;

· Serviço de Terapia Intensiva para Adultos;

· Serviço de Terapia Intensiva Pediátrica;

· Serviços de Imagem (Raio-x, Tomografia e Ultrassonografia);

· Serviço de Enfermagem; e

· Serviço Social.

A estrutura da unidade está distribuída da seguinte forma:

· 62 leitos de clínica médica;

· 30 leitos de cirurgia geral;

· 14 leitos de cirurgia vascular;

· 16 leitos de cirurgia ortopédica;

· 24 leitos de pediatria clinica;

· 11 leitos de UTI para adultos;

· 05 leitos de UTI pediátrica;

· 05 leitos de recuperação pós anestésica (RPA);

· 12 leitos de observação para adultos;

· 06 leitos de observação pediátrica;

· 09 leitos de isolamento;

· 04 salas de cirurgia;

· Laboratório, agência transfusional, raio-x, ultrassonografia e tomografia;

· Auditório com 64 lugares.

FOTO: DIVULGAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here