Aproximadamente 200 servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram da “Tardezinha da Educação”, um show de humor com o artista amazonense Márcio Braga. O evento, realizado nesta segunda-feira, 24/6, no auditório da Universidade Nilton Lins, zona Centro-Sul, marcou a abertura da programação do projeto Mosaico Cultural da Educação, promovido pela Prefeitura de Manaus, com o objetivo de valorizar ainda mais os profissionais da educação. O encerramento ficou por conta da banda “Samba de Quintal”.

As ações do projeto ocorrem até o dia 2/7, período de recesso escolar. O Mosaico Cultural da Educação ofereceu 3,5 mil vagas em espetáculos de teatro, cinemas, show de humor, apresentação de bandas com cantores locais, que foram disponibilizadas aos servidores da Semed. As inscrições para as sessões de cinema estarão abertas nos dias 27 e 28/6, e terão mais de 2 mil vagas para as cinco salas do Amazonas Shopping, um dos parceiros no projeto.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, destacou que o evento é uma forma da Prefeitura de Manaus agradecer o desempenho dos professores e todos os funcionários da Semed, com a atual colocação de Manaus, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o 9º lugar entre as capitais brasileiras.

“Essa é uma forma de a Prefeitura de Manaus, na figura do prefeito Arthur Virgílio, e da Semed agradecerem a todos os servidores da educação municipal, por todo o sucesso que temos alcançado nos últimos anos, melhorando os indicadores de aprendizagem”, pontuou.

Ela também ressaltou o compromisso do prefeito Arthur Virgílio Neto em manter sempre o pagamento dos professores em dia e ainda o aumento dado à categoria.

“Nós procuramos valorizar os professores mantendo sempre o pagamento do salário em dia, além de conceder esse mês um reajuste acima da inflação. Então tudo isso é um suporte para realizar esse trabalho de sucesso na educação de Manaus”, completou Schweickardt.

Show de humor

O humorista Márcio Braga preparou uma palestra motivacional e abordou a importância do papel do professor na carreira dele, sem deixar de lado as danças e imitações que fazem parte das suas apresentações. “A minha intenção foi surpreender os educadores da Semed com as histórias dos professores, que me ajudaram a ser um artista, mostrando para eles a importância de um professor na vida de uma pessoa. Eu fui um dos piores alunos, mas foi na escola que eu percebi que não daria certo em nenhuma profissão, a não ser como humorista, por isso preparei um show diferente com muitas imitações e danças regionais”, completou Márcio.

A professora Érika Ribeiro, leciona na escola municipal Mário Ypiranga, no bairro Flores, zona Centro-Sul, e há 16 anos faz parte do quadro de servidoras da rede municipal de educação. Para ela, a iniciativa da Prefeitura de Manaus e da Semed é algo que faz a felicidade e alegria dos professores.

“Nós precisamos de um momento de lazer como esse, deixar o trabalho e as obrigações um pouco de lado e se divertir. Agradeço muito à Prefeitura de Manaus e à Semed, por essa iniciativa, e que no próximo ano tenha de novo”, disse Érika.

A música ficou por conta do grupo de pagode “Samba de Quintal” que fez uma mistura de ritmos e alegrou a “Tardezinha da Educação”. “O nosso show é muito eclético, misturamos vários ritmos que vão do xote, boi, sertanejo, músicas de festa junina e, claro, um pagode raiz e os atuais. Preparamos um show bem animado para os professores”, declarou o vocalista da banda, Netinho Coelho.

Texto – Érica Marinho / Semed

Foto – Lton Santos/ Semed