Ibope: Bolsonaro segue líder, Haddad se isola na 2ª posição

Pesquisa Ibope divulgada na noite desta terça-feira (18) apontou que o candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, segue com a preferência da maioria dos eleitores. O militar reformado subiu dois pontos percentuais desde o último levantamento e agora aparece com 28% das intenções de voto.

Fernando Haddad, substituto de Lula no pleito, subiu de 8% para 19% na pesquisa e está isolado na segunda posição.

Ciro Gomes, do PDT, aparece na terceira posição, com os mesmo 11% da última pesquisa. No limite da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o pedetista está empatado com Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 9% para 7%.

Marina Silva, da Rede, também teve baixa nas intenções de voto. A ex-ministra do Meio Ambiente caiu de 9% para 6%. Álvaro Dias (Podemos), João Amôedo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) estão tecnicamente empatados e tem 2% cada. Cabo Daciolo (Patriotas) tem 1%.

O Ibope também levantou a taxa de rejeição dos candidatos. Jair Bolsonaro segue como líder no quesito, com 42% de rejeição. Haddad vem na sequência, com 29%. Cerca de 20% dos entrevistados não votariam de jeito nenhum em Marina Silva, 20% em Alckmin e 19% em Ciro Gomes.

Em possíveis cenários de segundo turno simulados pelo Ibope, há equilíbrio entre os candidatos. Em eventual disputa entre Haddad e Bolsonaro, os dois teriam 40% das intenções de voto cada.

Ciro Gomes e Jair Bolsonaro também estariam empatados tecnicamente, o que também aconteceria caso o militar disputasse segundo turno com Geraldo Alckmin. O único cenário em que Bolsonaro sairia vencedor seria contra Marina Silva. O militar teria 41% das intenções de voto contra 36% da ex-senadora.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo e ouviu 2.506 eleitores em 177 municípios, entre os dias 16 e 18 de setembro.

Reportagem, Thiago Marcolini