Mais de 150 agricultores familiares de Lábrea foram beneficiados pelo Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), com a entrega de sementes de milho e feijão. O objetivo é incentivar a produção das culturas na região, que hoje gira em torno de 300 toneladas de milho e 517 toneladas de feijão.

A entrega iniciou no mês de fevereiro e vai até o mês de agosto. Para as famílias rurais que desejam receber o incentivo é necessário procurar o escritório do Idam no município e apresentar documentos que comprovem a atividade no campo.

De acordo com o técnico em agropecuária do Idam/Lábrea, Genival de Souza, essa época é propicia para o plantio de grãos, uma vez que é o período em que as águas começam a baixar e a terra é fértil naturalmente, o que facilita o desenvolvimento do plantio. Segundo Souza, o custo com a atividade em área de várzea é bem menor se comparado com o cultivo em terra firme, facilidade essa que desperta o interesse de agricultores pelo cultivo de grãos em área de várzea.

Atualmente, a principal atividade desenvolvida por agricultores na região está voltada ao cultivo de mandioca para produção de farinha, além do plantio de banana, abacaxi, cupuaçu e açaí.

Prioritário – As culturas de milho e feijão integram o grupo de 20 projetos prioritários com suas cadeias produtivas que estão sendo desenvolvidos por técnicos do Idam. O objetivo é incentivar a produção de milho e feijão em cidades com potencial para as culturas e sete foram selecionadas, são elas: Lábrea, Eirunepé, Envira, Apuí, Novo Aripuanã, Careiro da Várzea e Manaquiri.

FOTO: Divulgação/Idam