Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Idam reúne coordenadores de 21 projetos prioritários para definir estratégias de avanço das cadeias produtivas no AM

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) reuniu nesta quarta-feira (02/06), com os coordenadores dos 21 Projetos Prioritários (PP’s) elaborados pelo Instituto, os quais visam fortalecer a produção agropecuária e florestal nos 62 municípios do Amazonas. O objetivo foi definir um planejamento de execução das ações de assistência técnica, apoio ao fomento, instalação de Unidades Demonstrativas (UD’s) e apoio ao crédito rural para os próximos meses.

As ações estão sendo trabalhadas conforme as cadeias produtivas direcionadas para cada município, visando dar maior celeridade e eficiência na implementação de metas e atividades dos PP’s. Entre as 21 cadeias produtivas estão: abacaxi, banana, açaí, cacau, café, fibras, guaraná, pesca e piscicultura, bovinocultura, mandioca, agroecologia e produção orgânica, borracha, madeira manejada.

De acordo com o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, é importante planejarmos e organizarmos as ações que atendam às dificuldades dos agricultores de cada município.

“Em Borba, por exemplo, já conseguimos instalar um viveiro de açaí e distribuir mudas para aumentar a produção dessa cultura. A assistência técnica estará atuando no campo sempre aliada às novas tecnologias, como é o caso do açaí irrigado. Já está na nossa programação também uma visita técnica a Presidente Figueiredo nas áreas onde há tecnologia na atividade de pecuária”, disse Valdenor, ao destacar que é determinação do governador Wilson Lima aproximar o agricultor das políticas públicas de incentivo ao setor primário.

Segundo a gerente de Apoio à Produção Vegetal do Idam e coordenadora do Projeto Prioritário do Açaí, Anecilene Buzaglo, até o final do ano serão implantadas 14 Unidades Demonstrativas (UD’s) de açaí irrigado. “Os Projetos Prioritários estão em execução desde 2019 e já conseguimos alguns resultados. Em 2018, o Amazonas registrava um total de 21 agroindústrias e, hoje, já são contabilizados 28. E a nossa sistemática é obter resultados em todas as cadeias produtivas de potencial no Amazonas”, destacou Anecilene.

Entre os resultados alcançados na cadeia produtiva do açaí estão a implantação de 14 Viveiros Comunitários de Produção de Mudas de Açaí, três UD’s de Açaí Irrigado das espécies Euterpea Precatória (açaí do Amazonas) e Euterpea Oleracea (açaí do Pará) e mais mil hectares de açaí assistidos pelo Idam e cerca de 500 agricultores familiares e produtores rurais, nos 12 municípios que abrangem o projeto.

FOTO: Divulgação Idam

-publicidade-