Amazonas Notícias

Idosos caem na folia na abertura do desfile das escolas de samba do grupo especial de Manaus

Com o tema “Direito e Cidadania, somos idosos e nossa alegria contagia”, a Rede de Proteção da Pessoa Idosa no Estado do Amazonas, na qual o Governo do Amazonas faz parte, abriu o desfile das escolas de samba do Grupo Especial, neste sábado (22/02).

Mais de 300 pessoas fizeram parte da abertura, que contou com representantes da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria de Assistência Social (Seas), Ministério Público do Amazonas (MP/AM), Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM), Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), Fundo de Promoção Social, Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE/AM), Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo, além do Conselho Estadual do Idoso e representantes de movimentos sociais.

“Precisamos sempre reforçar a importância dos Direitos pessoa idosa e mostrar que eles contam com uma rede de apoio de órgãos do Governo do Amazonas”, ressaltou. “É uma determinação do governador Wilson Lima, a realização de um trabalho integrado na proteção da pessoa idosa”, reforça a titular da Sejusc, Caroline Braz.

Ações de Carnaval – Em parceria com a Seas, a Sejusc está realizando a campanha “O que fazer se”, com dicas sobre como proceder em caso de violação de direitos, fazendo um trabalho de sensibilização e atividades pedagógicas por meio de abordagens. O trabalho de sensibilização envolve todos os tipos de violências, desde a praticada contra crianças e adolescentes, passando pelos direitos da mulher, idoso, igualdade racial, direitos de pessoas com deficiência (PcDs) e xenofobia.

Sobre a parceria, a titular da Seas, Márcia Sahdo, reforça a continuidade de ações realizadas em conjunto pelos órgãos. “Estamos no primeiro dia dos desfiles de Carnaval, fazendo o trabalho que nós fazemos todos os anos, reforçando a questão dos direitos e também combatendo qualquer tipo de violação. Essa parceria é fundamental”, pontuou.

As ações de conscientização continuam até a Terça-Feira de Carnaval (25/02), nos blocos, bandas e Sambódromo.

FOTO: Arthur Castro/Sejusc

Relacioandos