No dia 14 (sábado) de fevereiro, às 17h15, 2 mil idosos e envelhescentes do projeto Vidativa, da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), órgão do Governo do Amazonas, farão o desfile de abertura do Carnaval 2015, no Sambódromo, na zona centro-oeste de Manaus. Com o tema “Idoso na folia, vivendo e aprendendo a envelhecer”, a melhor idade abre-alas para as escolas do Grupo Especial, que começam a desfilar logo depois, às 19h. A Sejel é a principal organizadora da participação dos idosos que, através projeto, custeia parte do desfile dos envelhescentes no Carnaval.

O secretário executivo da Sejel, Ricardo Marrocos, exaltou a participação dos brincantes na principal festa brasileira. “O mais importante desta participação é a inclusão da melhor idade na principal festa popular do Brasil que é o Carnaval. E é claro que a secretaria que também atende o lazer dá todo apoio para que os idosos possam ser inseridos socialmente nesse festejo popular. Esta iniciativa faz parte das politicas públicas deste governo”, falou o executivo da pasta. Diferente dos outros anos, em 2015, será usado um tururi ao invés de fantasias.

“Os coordenadores do grupo junto com os participantes chegaram a conclusão de que seria menos dispendioso. Então, os idosos desfilarão apenas com um adorno na cabeça vestindo um tururi”, explicou a coordenadora do projeto Vidativa, Valtimar Cardoso. Participação – Com o rei momo, mestre sala, porta bandeira, rainha do carnaval e comissão de frente já definidos, o enredo de 2015 é composto por Bento Coelho e Agnaldo do Samba. Outra novidade para 2015 foi definir todo o cronograma com os participantes. “Entendemos que a participação de todas as instituições envolvidas desde a escolha do tema foi fundamental. Fizemos tudo com a participação popular”, contou Valtimar.