Em outubro, os indicadores de violência na área de abrangência da 30ª Companhia Interativa Comunitária (30ª Cicom) apresentaram queda em relação a setembro. As ocorrências de crimes como roubos e furtos apresentaram uma redução de até 33%, considerando os bairros Jorge Teixeira e Cidade de Deus, na zona leste da capital amazonense.

O número de furtos caiu 33% no número de ocorrências. Foram 109 em setembro contra 73 em outubro. Já o número de roubos teve uma redução de 138, diminuíram para 118, uma queda percentual de 14,5%. Também houve diminuição nas ocorrências relacionadas à lesão corporal que tiveram queda de 36% no comparativo entre os dois meses.

De acordo com o comandante da 30ª Cicom, capitão da Polícia Militar Guilherme Sette, a maior integração entre as Polícias Civil e Militar contribui para essa redução, assim como os trabalhos de prevenção e repressão à violência por meio de projetos desenvolvidos nas comunidades.

“Temos um projeto para crianças e adolescentes para a prática de esportes, como o jiu-jitsu, a rádio comunitária criada para aproximar a comunidade e ajudar com dicas de segurança e dar transparência ao trabalho das polícias”, disse o comandante da 30ª Cicom, capitão Guilherme Sette.

Mais operações – Durante o feriado prolongado, os policiais militares da 30 ª Cicom e policiais civis do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP) realizaram operações nos bairros Jorge Teixeira e Cidade de Deus. Foram em sete veículos recuperados e sete suspeitos presos.

Em uma das ocorrências, um carro Volkswagen Voyage branco foi recuperado e três suspeitos foram presos após roubarem uma lanchonete no bairro Nova Vitória. Após o roubo, o trio foi interceptado pela polícia na rua Malvarisco, conjunto João Paulo, bairro Jorge Teixeira.

Ação conjunta – O titular do 30º DIP, delegado Torquato Mozer, afirmou que a troca de informações integradas entre as polícias possibilita uma ação conjunta de policiamento preventivo e ostensivo mais eficaz. No feriado prolongado, o foco das operações foi a recuperação de veículos, já que a polícia tinha informação a partir das denúncias. “Em posse dessas informações, as operações se tornaram mais fáceis e a apreensão destes veículos ajudou a prevenir novas ações criminosas”, disse Mozer.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/SSP-AM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here