As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Índice local da Construção Civil varia 0,47% em fevereiro

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) para o Amazonas, calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,47% em fevereiro, ficando 0,67 ponto percentual acima da taxa de janeiro (-0,2%). Os últimos 12 meses foram para 8,56%, resultado acima dos 8,02% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2015, o índice foi -0,03%.

O custo local da construção, por metro quadrado, que em janeiro fechou em R$ 993,49, em fevereiro subiu para R$ 998,13, sendo R$ 571,19 relativos aos materiais e R$ 426,94 à mão de obra.
A parcela dos materiais apresentou variação de 0,82% e aumentou 1,16 pontos percentuais em relação ao mês de janeiro (-0,34%). Já a parcela da mão de obra apresentou variação de 0,06%, subindo 0,06 pontos percentuais em relação ao mês anterior (0,00%).

Região Nordeste tem a maior variação mensal

A região Nordeste, com 1,29%, ficou com a maior variação regional em fevereiro. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,57% (Norte), 0,62% (Sudeste), 0,96% (Sul) e 0,47% (Centro-Oeste).
Os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 1.006,32 (Norte); R$ 911,11 (Nordeste); R$ 1.010,58 (Sudeste); R$ 1.011,28 (Sul) e R$ 986,11 (Centro-Oeste).

Em fevereiro, Pernambuco registra a maior alta no mês
Decorrente de pressão exercida pelo reajuste salarial do acordo coletivo, Pernambuco foi o estado que apresentou a maior variação mensal: 4,91%. Depois de Pernambuco, aparece o estado do Rio Grande do Sul, com variação mensal de 2,27%, devido à adiantamento salarial.

Na comparação com outros Estados, o Amazonas (R$ 998,13) ficou com a décima posição no custo por metro quadrado em fevereiro. Este ranking vem sendo liderado pelo Rio de Janeiro que apresentou no mês o valor de R$ 1.087,72. Sergipe com R$ 875,75 possuía o metro quadrado mais barato do país.