As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Inscrições para 17,5 mil vagas do Bolsa Universidade iniciam nesta quinta, 14

As inscrições on-line para as 17,5 mil vagas ofertadas no edital do processo seletivo 2020 do Programa Bolsa Universidade (PBU), da Prefeitura de Manaus, iniciam às 10h desta quinta-feira, 14/11, e seguem até as 23h59 do próximo dia 1° de dezembro, pelo endereço http://bolsa.manaus.am.gov.br. O edital completo está disponível no site.

Serão oferecidas bolsas integrais, de 100%, e parciais de 50% ou 75%, em cursos de graduação para estudantes de baixa renda. A Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), coordena o processo seletivo por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).

“Na sociedade competitiva em que vivemos, é cada vez mais necessário possuir capacidade técnica para garantir inserção no mercado de trabalho. A partir do momento que a prefeitura oferece um programa que capacita e eleva o grau de escolaridade do cidadão, ela está dando oportunidade de crescimento profissional para aquela pessoa que não tem condições financeiras de arcar com seus estudos”, destacou o secretário da Semad, Lucas Bandiera.

Para concorrer a uma vaga, o candidato deve atender aos seguintes requisitos: ser brasileiro, nato ou naturalizado; residir em Manaus com moradia devidamente comprovada; possuir renda familiar per capita – a renda total da casa dividida pela quantidade de moradores – não excedente a um salário mínimo e meio; além de estar regularmente matriculado ou apto a se matricular em uma das Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras do programa.

O candidato também deve ter ensino médio completo ou concluir até o dia 31 de dezembro de 2019, não sendo permitidos candidatos que possuam diploma de curso superior ou que estejam matriculados em IES pública. Além disso, não podem participar beneficiários de programa de graduação mantido pelo poder público ou pela iniciativa privada.

A diretora-geral da Espi/Semad, Stela Cyrino, alerta os candidatos sobre a importância de ler o edital com atenção. “É indispensável que o participante tenha conhecimento de toda a legislação do programa, para que, no ato da inscrição, ele possa declarar suas condições socioeconômicas de maneira correta. Também vale ressaltar que as alterações dos dados só podem ser feitas até o fim das inscrições, depois não será permitido”, frisou.

Nesta edição, 15 instituições de ensino privadas se credenciaram para a oferta de bolsas: Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa), Centro Universitário Fametro, Centro Universitário Luterano de Manaus (Ulbra), Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Faculdade Boas Novas (FBN), Faculdade Martha Falcão Wyden, Faculdade Salesiana Dom Bosco, Faculdade Santa Teresa, Fucapi, Instituto Amazônia de Ensino Superior (Iaes), Materdei, Uninorte Laureate, Universidade Estácio de Sá e Universidade Nilton Lins.

Programa

Este ano, o Bolsa Universidade completou 10 anos de criação, consolidando-se como uma importante política pública de combate à desigualdade social na cidade de Manaus. Em uma década, foram mais de 500 mil inscritos e mais de 90 mil benefícios concedidos à população do município.

A maioria dos beneficiários tem idade entre 26 e 60 anos, o que representa 72,36%, seguido dos 27,03% que representam a faixa etária entre 17 e 25 anos, e 0,34% tem idade entre 61 e 80 anos. A parcela maior de bolsistas vive nas zonas Leste e Norte do município.

Texto – Adrisa de Góes / Semad

você pode gostar também