O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), aprovou a liberação de mais de R$ 46 milhões destinados a festas no interior do estado programadas para 2018. Já foram contempladas, por meio de 67 convênios firmados, 36 prefeituras municipais, além de associações, federações, institutos, grêmios recreativos e folclóricos.

Os investimentos incluem eventos como Festival de Parintins; Festival de Cirandas de Manacapuru, Festival da Canção de Itacoatiara, Festribal em São Gabriel da Cachoeira, festivais folclóricos e aniversários municipais, e Carnaboi, em Manaus. Somente com o investimento no Festival Folclórico de Parintins, que recebeu 60 mil turistas, houve injeção de R$ 36,2 milhões na economia local.

Para o presidente da Amazonastur, Nickolas Cabral, a retomada dos investimentos nesse setor é de enorme importância para a economia dos municípios. “Essas festas atraem não só as comunidades próximas aos municípios, mas também de outros estados, fazendo com que se injete mais dinheiro na economia local e aumente o consumo, consequentemente, a população melhora a qualidade de vida”, explica o gestor.

Nikolas destaca ainda os investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado na área do turismo. “Não apenas no turismo de eventos, mas também na capacitação da mão de obra local, sinalização turística dos municípios e divulgação dos eventos que ocorrem no Amazonas, tanto dentro do Brasil quanto no exterior”, afirma.

De janeiro a agosto de 2018, a Amazonastur contabiliza a capacitação de cerca de 1.800 pessoas, o equivalente a 60% do total que recebeu capacitação em todo o ano de 2017. Foram Oficinas de Sensibilização e Planejamento Turístico e cursos de atendimento ao turista, implantação e trilhas aquáticas, empreendedorismo, e condutor de turismo local.

Festivais – Entre as festas que receberam recursos do Governo do Estado está o Festival Internacional de Tribos do Alto Solimões (Festisol), que ocorre anualmente, entre os dias 6 e 9 de setembro, no município de Tabatinga (distante 1.107 quilômetros de Manaus).

Na sua 6ª edição, o Festisol contou com a beleza das apresentações das agremiações Onça Preta e Onça Pintada, além do show do cantor sertanejo Léo Magalhães. De acordo com Osias Cordeiro, secretário de Comunicação de Tabatinga, 30 mil pessoas compareceram ao Centro Cultural Presidente Lula para prestigiar a festa, que atrai turistas do Peru e Colômbia.

A economia do município aquece bastante nesse período, segundo Osias Cordeiro, com hotéis, restaurantes e prestadores de serviços – como taxistas, mototaxistas e comerciantes – faturando mais do que em dias normais. “O festival mostra toda a originalidade do povo de Tabatinga, com cada agremiação mostrando suas características. Todos se envolvem e os talentos locais aparecem”, destaca o secretário de Comunicação de Tabatinga.

Outro município beneficiado com investimento na área foi Urucurituba (distante 207 quilômetros de Manaus). Foram destinados recursos para três festas do município: XV Festa do Cacau/Feira Cultural, Festa do Divino Espírito Santo e 23º Festival Folclórico de Urucurituba.

De acordo com o subsecretário de Finanças do município, Alcimar Oliveira, somente o Festival Folclórico atraiu cerca de 30 mil espectadores nas três noites (30 e 31 de agosto e 1º de setembro). “Vêm muitos brincantes de municípios vizinhos para prestigiar a apresentação dos 12 grupos folclóricos, divididos entre danças, quadrilhas e boi-bumbá. O evento movimenta toda a cidade e ajuda a economia”, explica Alcimar Oliveira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here