O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), por meio da Gerência de Fiscalização, realizou uma operação para apreender madeira ilegal em lojas de material de construção em Manaus. A ação teve início no dia 1º de junho e encerrou na terça-feira, dia 9. Com o nome Operação Comércio Verde, o Ipaam contou com a parceria do Batalhão Ambiental para fiscalizar depósitos e pátios de madeireiras.

Ao todo foram vistoriados sete estabelecimentos. Desses, três apresentaram irregularidades, no que diz respeito à falta de licença ambiental e incoerências entre madeira existente nos pátios e o Sistema de Controle de Origem da Madeira (DOF).

Os fiscais também embargaram um depósito de uma madeireira. A operação teve como principal resultado, a apreensão de 23,14 m³ de madeira, além da aplicação de três autos de infração, em um total de R$ 112.712,56, em multas.

De acordo com a Gerência de Fiscalização, os estabelecimentos têm 20 dias para apresentar defesa junto ao Ipaam ou recolher o valor da multa aplicada. O objetivo do órgão é dar continuidade às operações, não só envolvendo a questão da madeira ilegal.