O Esporte Clube Iranduba da Amazônia levantou a torcida na noite desta quarta-feira, 21, na Arena da Amazônia. Em uma partida eletrizante e cheia de emoções, as guerreiras amazonenses sairam atrás do placar, mas conseguiram empatar a partida em 2 a 2 contra o Cerro Porteňo do Paraguai.

Com o resultado, o Iranduba chega a quatro pontos empatado com Uai Urquiza da Argentina, mas a frente no número de gols marcados. Para classificar, o clube depende de uma vitória na última rodada, no próximo sábado, contra as meninas da Argentina.

De acordo com o técnico Igor Cearense, o time melhorou muito desde a última partida e mesmo em desvantagem o grupo conseguiu se organizar e fazer uma boa partida. “Precisamos melhorar o posicionamento, mas o que me deixa feliz foram as oportunidades que a gente criou, foram muitas bolas na trave, mas o bom é que a equipe criou, uma hora dá certo e a bola vai entrar. Mas o que me deixou mais feliz, foi essa reação do time”, destacou.

A meia Andressinha parabenizou a equipe adversária, ressaltou o mérito das paraguaias e destacou os pontos altos e baixos do jogo. “Nós conseguimos consertar a maioria dos erros do jogo passado, melhoramos nossa postura dentro de campo, mas ainda temos alguns pontos pra acertar. Porém, o nervosismo é algo que atrapalha um pouco, mas é algo que cada uma têm que saber lidar e mandar a bola pra frente”.

O jogo

Com o domínio do jogo nas mãos, o Iranduba criou muitas oportunidades de gol, mas sem sucesso. E foram as paraguaias que abriram o placar na primeira etapa. Aos nove minutos, após a cobrança de falta de Bogarín, a bola desviou na capitã Djeni, enganou a goleira Maike e entrou rasteira no gol. Aos 30 minutos, Peralta bate de longe e amplia o placar para o Cerro Porteño. Um minuto depois começou a reação. Raquel recebeu a bola de Djeni e diminui o placar para o time da casa, 2 a 1. O primeiro tempo terminou com 49 minutos, dois dois cartões amarelos para o Cerro e um para o Iranduba.

O segundo tempo começou eletrizante, o Iranduba voltou para o jogo com mais agilidade, e mais oportunidades, bolas que chegaram muito perto mas que teimavam em não entrar no gol. Aos vinte e dois minutos Andressinha cobrou falta na gaveta mandou para o fundo do gol, empatando a partida em 2 a 2.

Texto: Assessoria
Foto: Rui Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here