A equipe do Posto de Policiamento Integrado (PPI) do Distrito de Cacau Pirêra, situado em Iranduba, cumpriu, na manhã desta terça-feira (18/06), por volta das 10h, mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável em nome de um rapaz de 26 anos.

O crime ocorreu em março deste ano, no bairro Alto de Nazaré. Conforme o delegado Antonio Chicre Neto, titular do PPI, o infrator é vizinho da vítima, uma menina de nove anos, e se aproveitou da confiança que a família da criança tinha nele para praticar o delito. As investigações iniciaram quando a família da vítima suspeitou do crime.

“Após constatarmos o estupro de vulnerável, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome do indivíduo. A ordem judicial foi expedida no dia 27 de maio deste ano, pelo juiz Túlio de Oliveira Dorinho, da Comarca de Iranduba. Na manhã desta terça-feira (18/06), o infrator compareceu ao prédio do PPI, após ser notificado. Ele foi ouvido e cumprimos o mandado de prisão em nome dele”, explicou a autoridade policial.

Conduzido ao prédio da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), localizada em Iranduba, o infrator foi indiciado por estupro de vulnerável. Posteriormente, ele será transferido para uma unidade prisional da capital, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / PC-AM