As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Irmã Dulce é canoniza pelo Papa e se torna a primeira santa brasileira

Primeira missa em homenagem à nova santa ocorreu nessa segunda (14), em Roma, e foi celebrada pelo arcebispo de Salvador (BA)

O Brasil tem a sua primeira santa. A baiana Irmã Dulce foi canonizada nesse domingo (13) pelo Papa Francisco e teve a primeira missa em sua homenagem celebrada nesta segunda-feira (14), em Roma, pelo arcebispo de Salvador (BA), Dom Murilo Kriger. Agora, ela passa a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres.

A missa foi celebrada por volta das 10h da manhã no horário de Roma e às 5h da manhã no horário de Brasília. A celebração contou com a presença de autoridades e fiéis de toda parte do mundo, inclusive do Brasil. Durante a homilia, o arcebispo de Salvador lembrou histórias da nova santa e ressaltou o compromisso dela com os mais necessitados.

Nascida em 26 de maio de 1914, em Salvador (BA), Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes era filha do dentista e professor Augusto e de Dulce Maria, a quem homenageou com o nome que adotou em sua vida religiosa.

Dulce fundou vários locais que abrigaram e ajudaram os mais necessitados, entre eles o Círculo Operário da Bahia.

O primeiro milagre reconhecido foi com um maestro baiano cego, que voltou a enxergar após 14 anos. Por conta desse e de outro milagre, Irmã Dulce é hoje Santa Dulce dos Pobres. Morreu em março de 1992, 13 dias antes de completar 78 anos de idade. Foi beatificada em 2010, quando teve o primeiro milagre reconhecido, e canonizada nove anos depois.

Repórter Jalila Arabi
Foto: Divulgação/Vaticano

você pode gostar também