Irmãos acusados de homicídio são condenados pelo Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri no Amazonas

Isaque Souza de Oliveira estava em via pública quando foi atingido por tiros desferidos por Joaquim Teles de Menezes Neto. O acusado estava na garupa de uma moto, conduzida pelo irmão, Franklin.

O Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus julgou e condenou nesta terça-feira (18) os irmãos Franklin Teles de Menezes e Joaquim Teles de Menezes Neto, a 12 e 18 anos de reclusão, respectivamente. Eles foram denunciados pelo Ministério Público pela morte de Isaque Souza de Oliveira, ocorrida no dia 25 de julho de 2016, na rua Garibaldi, bairro Santo Antônio, zona Oeste de Manaus.

Joaquim, apontado como o autor dos tiros contra Isaque, foi condenado pelo crime de homicídio qualificado (motivo torpe, haja vista que agiu por motivo de vingança), enquanto que seu irmão, Franklin, condutor da motocicleta que levava Joaquim na garupa, foi condenado pelo crime de homicídio simples.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado do Amazonas, Joaquim Teles de Menezes Neto não aceitava o fim do relacionamento com a irmã de Isaque e estaria perseguindo a ameaçando de morte a mulher. Isaque teria pedido ao denunciado para cessar a perseguição. Descontente com a intervenção, Joaquim, acompanhado do irmão, resolveu se vingar de Isaque. Atingido pelos tiros desferidos por Joaquim, Isaque morreu em via pública.

A sessão de julgamento realizada na manhã desta terça-feira no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco, zona Centro-Sul da capital, foi presidida pelo juiz Celso Souza de Paula, com o Ministério Público do Estado do Amazonas sendo representado pelo promotor de justiça André Epifânio Martins. A advogada Camila Guimarães Lima atuou na defesa dos réus.

Texto – Carlos de Souza