© Isac Nóbrega/PR

Na manhã deste sábado (22), o presidente da república, Jair Bolsonaro usou a conta dele no Twitter para criticar a justiça do Amazonas que libertou três, dos quatro envolvidos na morte do policial militar da reserva Luís Carlos da Silva Castro. Clique aqui e entenda.

No texto, Bolsonaro afirma que em 2016 apresentou projeto para sustar a Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que criou as Audiências.

Veja a publicação na íntegra: