Com apenas 13 anos, o amazonense e indígena da etnia karapãna, Jair Paulino de Souza, conhecido como ‘Jajá do Wake’, é uma das principais promessas do Wakeboard nacional. Visando cada vez mais se aperfeiçoar e aprender novas técnicas, o amazonense participará, com apoio da Prefeitura de Manaus, de clínica da modalidade, de 9 a 22/2, em Bragança Paulista, São Paulo.

Os novos aprendizados darão condições ao amazonense de buscar resultados significativos nos Campeonatos Brasileiro e Latino de Wakeboard, disputados em maio, em Minas Gerais, e outubro, em São Paulo, respectivamente. Pela categoria open, ele disputará com atletas de até 40 anos.

“Esse apoio da Prefeitura de Manaus irá ajudar bastante no meu aperfeiçoamento de novas manobras, aprender a ter mais técnica. E isso vai me ajudar muito. Eu pretendo ganhar o Brasileiro e o Latino. Essas são as minhas metas para este ano”, contou o atleta.

‘Jajá’ tem mais de 12 títulos em sete anos de carreira. Campeão brasileiro júnior de Wakeboard, o amazonense ganhou destaque ao garantir o primeiro lugar nos rankings paulista e brasileiro de sua categoria, nos anos de 2017 e 2018. Com estilo gringo, uma de suas principais manobras é a wirlybird, que consiste em dar um mortal de costas com um giro a 360 graus.

O potencial de ser um dos principais nomes do esporte no país foi ressaltado pelo secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer, João Carlos. “O ‘Jajá’ é uma das descobertas do prefeito Arthur Virgílio Neto. Desde mais novo, o prefeito viu que o garoto tinha futuro e então a Prefeitura de Manaus vem o apoiando para que ele alcance cada vez mais sucesso e se torne um dos principais nomes da modalidade”, afirmou o secretário.

— —

Texto: Divulgação / Semjel

Fotos: Hugo Fernando/Semjel (anexas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here