Amazonas Notícias

Jiu-Jítsu Esportivo: crianças venezuelanas se destacam no Amazon Open

Três crianças venezuelanas brilharam nos tatames do Amazon Open de Jiu-Jítsu Esportivo Gi e No Gi 2023. O evento movimentou a Arena Amadeu Teixeira, em Manaus, no último sábado (11/02). Oriundos da Venezuela e radicados em Manaus, Juan Hilario Corona e as irmãs Zinais e Nicole Hernandez foram atrações à parte na competição. Venceram as barreiras geográficas usando o quimono e o dom para as artes marciais.

O faixa laranja Juan Corona, da categoria 12/13 anos, foi um dos grandes destaques do campeonato. Lutando no peso galo, “El Niño” fez seis lutas e obteve seis vitórias, sendo três na disputa Gi (com quimono) e três na competição No Gi (sem quimono).

“É uma sensação muito boa ganhar duas vezes”, disse ele, referindo-se ao duplo ouro no Amazon Open. “Cheguei aqui em 2018 com a minha família e comecei a treinar jiu-jítsu em 2020. É o esporte que eu amo e nunca vou desistir dos meus sonhos”, disse o pequeno campeão.

O trio treina na academia FJ Team no São José, filial da Equipe 7/CTT, localizada na Avenida Grande Circular, Zona Leste de Manaus. O professor Eduardo Trovão, que é um dos técnicos de Juan Corona, destacou o empenho do pupilo nos treinamentos.

“O Juan é um atleta que vem se dedicando bastante. O que eu falo para ele fazer, ele vai lá e faz sem reclamar. Não foi à toa que conquistou duas categorias diferentes aqui no Amazon Open Com certeza, é uma promessa para os próximos anos, inclusive pode representar o Amazonas nas competições de wrestling”, disse o treinador.

Irmãs do tatame – As irmãs Zinais e Nicole Hernandez, de 10 e 12 anos, também lutaram no evento do fim de semana. A faixa amarela Zinais foi bronze de sua categoria na disputa entre as atletas de 10 e 11 anos. Já a faixa laranja Nicole competiu na classe 12 e 13 anos e perdeu a primeira luta, ficando sem medalhas. “Desta vez faltou a medalha, mas vou continuar me esforçando para alcançar meus objetivos”, disse Nicole, na esperança de dias melhores no esporte e na vida.

Texto e foto: Emanuel Mendes Siqueira

Relacioandos