Em seu primeiro discurso neste segundo mandato, o deputado José Ricardo Wendling (PT) reafirmou seu compromisso em fiscalizar o poder executivo, porque é dever de quem representa a população; de denunciar as irregularidades, quando necessário; e de propor soluções, ações e projetos, para melhorar a vida da população amazonense.

Como presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), o parlamentar enfatizou que irá promover debates e ações que envolvem todos os aspectos dos direitos humanos e da cidadania, como o direito à educação, saúde, transporte, água, moradia, alimentação, segurança, sempre com a participação da sociedade, inclusive, nas discussões do Orçamento Público. “Nunca o povo é ouvido. E deve ter voz e vez também no parlamento”.

As promessas do governador

O governador listou ontem uma série de promessas na sua Mensagem Governamental. Para ele, um livro muito caro e que poucos leem e que deveria ser colocado a disposição da sociedade. “O governador apresentou velhas promessas do grupo que há mais de 30 anos governa o Amazonas. Vamos cobrar cumprimento de todas elas, porque a população amazonense merece respeito”, frisou José Ricardo.

“Meloduto”

Ele ressaltou que o governador Melo, que está com o mesmo grupo político no poder há mais de 30 anos, ainda não resolveu o problema de falta d’água em Manaus e no interior do Estado e agora quer resolver o problema do Brasil, levando água do rio Amazonas para São Paulo e outros estados. “Não sou contra resolver o problema de água no Nordeste e agora no Sudeste do País. Mas devemos, primeiro, olhar para a nossa realidade. Temos muita água do céu, subterrânea e dos rios. Mas a maioria dos municípios do Amazonas não tem água tratada, realidade que presenciei em todo o Estado”.

Terra Produtiva

E destacou ainda uma antiga ação de Governo que agora será batizada com outro nome: Programa Terra Produtiva. “Já tivemos Terceiro Ciclo, Zona Franca Verde, Amazonas Rural e agora Terra Produtiva. Mais uma promessa para o interior. Melo participou de todos. Mas ainda vem peixe e farinha, por exemplo de outros estados. Esperamos que não seja mais um programa que só existe de nome. Caso contrário, não vai resolver o problema do homem do interior”, finalizou o parlamentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here