Jovem tentar entrar em unidade prisional com drogas escondidas entre os cabelos

O 20° Distrito Integrado de Polícia (DIP) prendeu em flagrante, de Kele Andressa Sousa Silva, 24, ao tentar entrar no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) com uma porção de maconha escondida nos cabelos. A droga seria entregue ao companheiro dela, Daniel Caujeiro, que cumpre pena no presídio por roubo. A informação é do delegado Felipe Vasconcelos, titular da unidade de polícia.

De acordo com a autoridade policial, a mulher foi interceptada na manhã de domingo (28/10), por volta das 10h, nas dependências da unidade prisional, situada na avenida Professor Paulo Graça, bairro Tarumã-Açu, zona oeste da capital. O flagrante aconteceu durante revista de rotina no local.

“Todas as delegacias da capital estavam funcionando ontem por conta das eleições e, por volta das 16h30, a equipe de segurança do Ipat nos apresentou Kele. A jovem foi visitar o companheiro na unidade prisional e tentou burlar a segurança durante os procedimentos de revista ao tentar entrar com a droga escondida nos cabelos”, explicou Felipe Vasconcelos.

Em depoimento, Kele argumentou que o companheiro foi condenado a mais de dez anos de reclusão por roubo e que a droga seria uma forma de acalma-lo dentro do presídio. “Infelizmente esse tipo de ocorrência acontece com certa frequência. Muitos familiares de detentos são flagrados tentando adentrar nas unidades prisionais com celulares, entorpecentes e outros objetos proibidos. Temos identificado, nos últimos meses, um aumento no rigor das revistas e constatado que, infelizmente, aqueles que já estão presos acabam colocando seus próprios familiares em atividades criminosas”, pontuou Vasconcelos.

Flagrante: Kele foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis no 20° DIP, ela será levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.