A manhã do feriado desta quinta-feira, dia 21, foi marcada pela tradicional Corrida Tiradentes, com percurso de 5km e 10 km.

Reunindo uma media de 5 mil participantes, o evento faz uma homenagem ao herói que lutou pela Independência do Brasil no movimento da Inconfidência Mineira. A competição é uma realização da Policia Militar do Estado do Amazonas, que tem Tiradentes como patrono, e recebe apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Pela categoria feminina, quem se deu bem foi Juliana Gusmão, ao cruzar a linha de chegada em 18min44. A atleta, que soma 12 anos de carreira, ainda se recupera de uma lesão no pé esquerdo, sofrida há dois meses. Mesmo assim, deu show na pista e faturou troféu, medalha e R$ 500.

“Fiquei muito feliz com esta conquista, pois foi um grande desafio. Ainda estou recuperando da lesão, fazendo muita fisioterapia, mas graças a Deus nada conseguiu me prejudicar”, disse a atleta, que é treinada pelo marido, o uruguaio Gustavo Nicolas. Esta é a terceira vitória de Juliana no ano, a primeira foi na corrida da Fetriam (Challenge) e a segunda na prova do TRT.

No masculino 5km, Dionísio Cardoso foi quem se deu melhor e fez questão de comemorar a vitória. “Este percurso é bem conhecido e justamente por isso a prova se torna mais difícil, pois muita gente já sabe onde deve acelerar e diminuir. Ainda bem que consegui dar o meu melhor e ultrapassar vários atletas”, comentou o medalhista de ouro e dono da premiação de R$500.

A largada e a chegada da prova foram no anfiteatro da Ponta Negra e o percurso desenvolvido na Avenida Coronel Teixeira. Em disputas, estavam as categorias Cadeirantes, Portador de Deficiência Visual, Elite, Militares Fardados individual e por Idade.