Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Justiça do Rio proíbe Torcida Jovem do Flamengo de ir aos estádios por um ano

jovem2Os integrantes da Torcida Jovem do Flamengo não poderão ir aos estádios pelo prazo de um ano. A decisão do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos foi anunciada ontem (13). A liminar da Justiça atendeu a requerimento feito ontem (12) pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) em ação civil pública proposta pela promotora de Justiça Glícia Pessanha Viana Crispim, em auxílio à 4ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital. A informação é da assessoria de imprensa do MPRJ.

No último dia 6, a Justiça divulgou decisão idêntica à aplicada agora, relativa à torcida do Fluminense (Young Flu) e à Força Jovem do Vasco.

De acordo com a liminar, caso a medida seja descumprida, os integrantes da Torcida Jovem do Flamengo pagarão multa de R$ 20 mil por torcedor identificado ou por evento esportivo de que participe, sujeitando-se ainda à retirada do local da partida.

A decisão da Justiça estabelece ainda que os integrantes da torcida organizada não poderão usar marcas, camisas, instrumentos musicais ou entoar cantos alusivos à presença dos torcedores em um raio de 5 quilômetros dos locais onde ocorram jogos de futebol ou outros eventos esportivos.

Segundo o Ministério Público, investigações feitas pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios e encaminhadas ao órgão apuraram atos de violência praticados por membros da Torcida Jovem do Flamengo no dia 31 de janeiro deste ano, no jogo entre equipes do Macaé e do Flamengo, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé, norte do estado.

Momentos antes da partida, membros da torcida organizada do Flamengo invadiram o vestiário do Macaé e “furtaram pertences e aterrorizaram jogadores e membros da comissão técnica”, inclusive, o goleiro Ricardo Berna, que foi agredido fisicamente por alguns torcedores. Os fatos foram comprovados por meio de vídeos postados na internet.

A ação civil pública cita outros episódios registrados no dia 1º de março, na Estação São Cristóvão do metrô, na zona norte, no dia do jogo entre Flamengo e Botafogo pelo campeonato carioca. No local, um torcedor flamenguista foi preso com arma de fogo e drogas.

Fonte: Agência Brasil

-publicidade-