As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

“Justiceiro” é preso acusado de homicídio qualificado contra homem que assaltava igrejas

A equipe de investigação da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva cumpriu, nesta quinta-feira (17/06), por volta de 11h, mandado de prisão em nome de Luan Rodrigues Lopes, de 22 anos, pelo crime de homicídio qualificado. A prisão do jovem foi efetuada em Manaus, na Comunidade Mundo Novo, zona norte da capital.

Segundo a delegada Sylvia Laureana, Luan é suspeito no homicídio de Nagibe de Lima Farias, 30 anos, conhecido como “Felipe”, que foi encontrado morto, no dia 28 de março deste ano, às margens do rio Urubu, na rodovia AM-010, na Comunidade da Cachoeira, zona rural daquele município.

“Quando a vítima foi encontrada, estava com as mãos e os pés amarrados e com golpe de faca na região do pescoço. O suspeito do crime negou ter envolvimento no caso, no entanto, alega que a possível motivação do crime seria o fato de que Nagibe estaria praticando furtos na comunidade mencionada, inclusive nas igrejas evangélicas”, comentou a titular.

Ainda de acordo com a autoridade policial, o suspeito fugiu da zona rural logo após o crime e passou a morar na capital, residindo no local onde ocorreu a prisão.

“As investigações iniciaram imediatamente e após dois meses, foi descoberto o paradeiro do suspeito, que culminou com a prisão do jovem. Foi concluído ainda que houve participação de outros agentes, que estão sendo procurados. O inquérito encontra-se em tramitação na Vara Única de Rio Preto da Eva”, finalizou a delegada.

A ordem judicial em nome de Luan foi expedida no dia 3 de junho deste ano, pelo juiz Carlos Jardim, da Comarca de Rio Preto da Eva.

Procedimentos – O jovem foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado. Foi encaminhado a carceragem da 36ª DIP, onde ficará a disposição da Justiça.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM