A Arquidiocese de Manaus lança no dia 5 de fevereiro de 2015, às 9h, no Auditório da Fundação Rio Mar a a Campanha da Fraternidade 2015. Na oportunidade, o Arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Eduardo Castriani, e o Coordenador de Pastoral da Arquidiocese, Pe. Geraldo Ferreira Bendaham, estarão apresentando a Campanha da Fraternidade 2015 que terá como tema “Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir”.
A Igreja de Manaus se prepara para dar início à Campanha da Fraternidade 2015 que abordará o tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir”. Neste ano, pretende-se recordar a vocação e missão de todo o cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II, que em 2015 completa seu 50º aniversário. Em Manaus, a abertura da Campanha da Fraternidade 2015 acontece no dia 18 de fevereiro, na celebração da quarta-feira de cinzas, que acontece às 9h, na Catedral Metropolitana de Manaus.

O objetivo geral da CF 2015 é aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965), como serviço ao povo brasileiro para a edificação do Reino de Deus.

A Igreja de todo o Brasil fará reflexões a partir de um texto base preparado pela CNBB, um documento que reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva, com leis e normas de condutas, organizada por critérios e, principalmente, com entidades que “cuidam do bem-estar daqueles que convivem”. O texto base está organizado em quatro partes:
1. Reflexões sobre “Histórico das relações Igreja e Sociedade no Brasil”, “A sociedade brasileira atual e seus desafios”, “O serviço da Igreja à sociedade brasileira” e “Igreja – Sociedade: convergência e divergências”;
2. Aprofundamento da relação Igreja e Sociedade à luz da palavra de Deus, à luz do magistério da Igreja e à luz da doutrina social.
3. Debate de uma visão social a partir do serviço, diálogo e cooperação entre Igreja e sociedade, além de refletir sobre “Dignidade humana, bem comum e justiça social” e “O serviço da Igreja à sociedade”;
4. Resultados da CF 2014, os projetos atendidos por região, prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade de 2013 (FNS) e as contribuições enviadas pelas dioceses, além de histórico das últimas Campanhas e temas discutidos nos anos anteriores.

A CNBB disponibilizou em seu site diversos materiais para divulgação da CF2015 (Spot Rádio, Spot TV, Cartaz CF e Texto Base)
Confira http://www.cnbb.org.br/publicacoes-2/documentos-para-downloads-2/cat_view/241-cf-campanha-da-fraternidade/521-cf-2015

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here