FOTO: DIVULGAÇÃO/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas prendeu em flagrante, na tarde de quarta-feira (08/05), por volta das 17h, quatro pessoas investigadas por receptação e associação criminosa. Com elas foi recuperada uma lancha roubada em Manaquiri.

A ação foi realizada pela equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de São Gabriel da Cachoeira, sob o comando da delegada Grace Jardim, titular da unidade policial, em conjunto com policiais militares que atuam naquele município, distante 852 quilômetros em linha reta da capital.

De acordo com a autoridade policial, Carlos Alberto Serra Pinto, 58, conhecido como “Brabinho”; Geovandro da Silva Barros, 23; Vilmar Azevedo da Cunha, 34, chamado de “Careca”, e Vitor Veras Mendonça, 19, foram presos no Porto de Camanaus, em São Gabriel da Cachoeira. Na ação, foi apreendida uma lancha adquirida de forma ilegal por um dos infratores.

“Ao longo das investigações, verificamos que ‘Careca’ estava negociando a venda de uma lancha roubada em Manaquiri, município distante 60 quilômetros em linha reta de Manaus. A entrega da embarcação seria realizada no Porto de São Gabriel da Cachoeira, onde o bando foi preso. Estávamos monitorando o grupo porque não era a primeira vez que uma lancha roubada ou furtada havia sido comprada por Vilmar”, explicou Jardim.

A titular da DIP de São Gabriel da Cachoeira ressaltou que as embarcações provenientes da prática ilícita estavam sendo utilizadas pelo bando para transportar drogas para Manaus. Durante campana montada no Porto de São Gabriel da Cachoeira, as equipes policiais fecharam o cerco em torno dos infratores e eles receberam voz de prisão.

Flagrante – Carlos Alberto, Geovandro, Vilmar e Vitor foram autuados em flagrante por receptação e associação criminosa. Ao término dos procedimentos na DIP de São Gabriel da Cachoeira, os infratores serão mantidos na carceragem da delegacia, que funciona como unidade prisional naquele município.

Grace Jardim informou, ainda, que será solicitada à Justiça a transferência dos infratores para algum presídio na capital. Para finalizar, a delegada disse que a lancha recuperada durante a ação policial será devolvida ao dono, tão logo ele seja identificado.

FOTO: DIVULGAÇÃO/PC-AM