Participação das principais empresas do setor de petróleo no certame confirma o grande potencial produtivo do Brasil. Fim da exclusividade da Petrobras nos leilões foi fundamental para sucesso da rodada

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) considera um sucesso o resultado do leilão de quatro blocos de petróleo do pré-sal realizado nesta sexta-feira (28), no Rio de Janeiro. A arrecadação de R$ 6,82 bilhões na 5ª Rodada de Licitações de Partilha da Produção e a participação de 12 das principais empresas mundiais do setor de petróleo confirmam o grande potencial do país na produção de óleo.

“A CNI defende que o próximo governo continue a leiloar áreas do pré-sal, pois a exploração do petróleo gerará recursos expressivos e colocará o país no caminho da recuperação econômica”, diz o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.

O resultado do leilão se deve, entre outros fatores, à alteração no marco regulatório do setor, realizada pelo Congresso Nacional em 2016, que retirou a obrigatoriedade da Petrobras de ser operadora única dos campos de petróleo e gás do pré-sal. A CNI frisa que, independentemente, da empresas que faz a explosão, os benefícios serão revertidos para o país, na forma de impostos e royalties.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here