As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Líder de organização criminosa que atuava no sul de Roraima é presa em Manaus

Policiais civis do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em ação conjunta com policiais civis da Policia Civil de Roraima, deflagraram, nesta quarta-feira (18/12), às 11h, em Manaus, a operação “Nova Colina”. A ação resultou no cumprimento do mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas, em nome de Ádria Rita Oliveira Costa, 28 anos, conhecida como “Drica”. Além do cumprimento da ordem judicial, a mulher foi autuada em flagrante, por conter substâncias ilícitas dentro da casa onde morava, situada no bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus.

De acordo com o delegado Sinval Barroso, diretor do DRCO, a Polícia Civil de Roraima informou que a foragida estava morando em Manaus e que ela era a chefe de organização criminosa que comandava o tráfico no sul de Roraima, após a prisão do companheiro dela naquele estado. Segundo Barroso, Ádria também era responsável por ordenar mortes de integrantes de facções rivais.

“A mulher residia aqui em Manaus e transportava, a cada 20 dias, drogas de Manaus para a comunidade Nova Colina, em Roraima. Ela também comercializava os entorpecentes em casas noturnas situadas no bairro Tarumã, zona oeste da capital. Ao coletarmos as informações de onde ela estaria morando, nos deslocamos até à residência dela, localizada na rua Natal, bairro Tancredo Neves, onde cumprimos o mandado de prisão”, explicou Barroso.

Apreensão – Durante a ação policial, as equipes apreenderam 150 trouxinhas de cocaína, uma pedra de oxi, uma balança de precisão, além de três munições calibre 38. O delegado informou que a ordem judicial em nome da mulher foi expedida no dia 11 de novembro de 2019, pela Comarca de Rorainópolis.

Procedimentos – Ádria foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, ela também foi indiciada pelo mesmo crime, além de associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do DRCO, a mulher será levada para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.

FOTO: ERLON RODRIGUES/PC-AM