Por volta das 04h da madrugada desta sexta-feira (3), policiais militares do 5° BPM/COARI foram verificar uma denúncia de atuação de “piratas dos rios” e acabaram trocando tiros com Sidney Rodrigues Moriz, conhecido como “Sid”, no “Pêra Sítio”. Ele – que é apontado como líder da organização criminosa – morreu durante a troca de tiros.

De acordo com o tenente-coronel Pedro Moreira, Comandante do 5° Batalhão de Coari, após receberem a denúncia, os policiais militares foram até o local e montaram vigilância aguardando o infrator. Minutos depois, os PMs viram quando um bote de alumínio estava chegando com dois infratores no local.


“Carlinhos” tentou se esconder da polícia debaixo de uma lona azul, dentro de uma canoa

Ao perceberem a presença da equipe, os homens resistiram e atiraram contra a guarnição. Os policiais militares revidaram e conseguiram atingir o infrator que caiu da embarcação. Outro infrator conseguiu fugir.

Os policiais prestaram socorro ao suspeito, que morreu durante o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

No local foram apreendidos uma pistola .45 de uso restrito da polícia, com três munições intactas.

Ainda segundo o tenente-coronel, os PMs retornaram ao local para fazer uma varredura na mata de igapó e encontraram José Carlos Amorim Pereira, de 43 anos, escondido em uma canoa coberta com lona azul.

Na embarcação, os policiais encontraram uma espingarda calibre 16, quatro volumes de drogas, entre maconha do tipo skunk e cloridrato de cocaína (pó), e ferramentas.

“Sid” possuía mandado de prisão em aberto e era tido como o maior líder de piratas de rio e traficante na cidade de Coari/AM. Diversas armas, drogas e embarcações já haviam sido apreendidos em Operações anteriores.

“Carlinhos” foi conduzido e apresentado na 10ª Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.