Luís Roberto Barroso: “eleição vai haver, eu garanto”

Nesta sexta-feira (9), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, reagiu à fala do presidente Jair Bolsonaro. A apoiadores, o chefe do executivo voltou a defender o voto impresso auditável, e se referiu a Barroso como “imbecil” e “idiota”. As informações são do Gazeta Brasil.

Ao UOL, o presidente do TSE disse “não para para bater boca” e que cumpre seu “papel pelo bem do Brasil”. O presidente do TSE reagiu à fala de Bolsonaro de que pode não ocorrer eleições em 2022 sem voto auditável: “Eleição vai haver, eu garanto.”

O chefe do executivo disse que Barroso usa de “história esfarrapada” para dizer que o voto impresso fere o sigilo das eleições.

“É uma resposta de um imbecil. Lamento falar isso para uma autoridade do Supremo Tribunal Federal. Só um idiota para fazer isso. O que está em jogo é o nosso futuro e a nossa vida, não pode um homem querer decidir o futuro do Brasil na fraude”, disse Bolsonaro.