Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

Camila Henriques e Isabella Pina

Do G1 AM

Um lutador e professor de MMA, de 34 anos, foi detido na noite de quinta-feira (25) após supostamente xingar um funcionário do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus. De acordo com a Polícia Civil, ele agiu de forma agressiva e chegou a arremessar um cone em direção ao balcão de uma empresa aérea. O fato ocorreu por volta das 21h.

Ainda segundo a polícia, o homem apresentava indícios de embriaguês e chegou a tirar as calças. Em depoimento, o funcionário que registrou a queixa disse ter sido chamado de “macaco” e “índio”. O lutador teria dito ainda que “amazonense só serve para usar arco e flecha”, segundo informações obtidas no 19º Distrito de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado.

O atleta do Rio de Janeiro estava em Manaus para participar de um evento de luta livre. Em depoimento na delegacia, o lutador alegou que passa por problemas pessoais e tem tido transtornos desde que um aluno seu morreu em uma cerimônia de graduação.

A reportagem conversou com um amigo próximo ao professor, que não quis se identificar. Segundo a fonte, ele não apresentava indícios de embriguez e alega não ter se exaltado no aeroporto.

O atleta foi detido pela Polícia Federal e encaminhado ao 19º DIP. A esposa e o filho do lutador embarcaram para o Rio de Janeiro. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado para viajar por volta das 10h desta sexta-feira (26). A Polícia Civil encaminhará o caso para o Juizado Especial Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

Procurada pela reportagem, a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) disse que não vai se pronunciar sobre o caso. O G1 entrou em contato com a empresa aérea responsável pelo voo do lutador e aguarda resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here