Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Lutador indígena do Amazonas disputará o ‘Star Combat’

Atleta da etnia Tikuna, Ronaldo Predador participará do evento de MMA na categoria peso leve

O atleta amazonense Ronaldo Predador, de 26 anos, participará no sábado (29/05), pela primeira vez do “Star Combat – Evento de MMA”, na categoria peso leve. O atleta indígena da etnia Tikuna, natural de Amaturá (município distante 909 quilômetros de Manaus), conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação Estadual do Índio (FEI).

O diretor-presidente da FEI, Edivaldo Munduruku, destacou o apoio da fundação em apoiar o indígena nessa modalidade esportiva, incentivando sua participação na competição “Star Combat”, e desejou uma boa luta para o representante amaturaense.

“Ronaldo é uma referência no que diz respeito ao MMA masculino em Amaturá, e acreditamos que ele representará bem a nossa comunidade indígena. Temos feito o possível para dar todo o suporte necessário para que ele dê o seu melhor e faça bonito no octógono. Então só podemos desejar uma boa competição a esse parente”, disse.

Ronaldo Predador iniciou sua carreira no futebol, atuando no Atlético Rio Negro Clube e Nacional Fast Clube como jogador profissional, mas foi no MMA (Mixed Martial Arts, ou Artes Marciais Mistas) – que ele se encontrou e pretende seguir carreira.

“Sou de um povo guerreiro, estou focado e muito confiante na vitória, quero muito ser campeão e orgulho do meu povo tikuna, agradeço a Deus e à FEI pelo apoio que tenho recebido para poder participar dessa luta”, diz.

O treinador, Mestre Rinaldo, falou sobre sua expectativa para a estreia do peso leve. “Estou numa ótima expectativa. O Ronaldo vem treinando forte, quatro horas por dia e seis dias por semana, e há um bom tempo ele vem esperando por esta luta. Ele está muito focado, é um atleta focado e cheio de vontade de vencer”, destacou o treinador.

A primeira edição do “Star Combat” acontece no sábado, a partir das 19h, na academia Manaós Crossbox, localizado à rua Senador Leitão Cunha, 280, bairro São Francisco.

Predador – Ronaldo, além de atleta, é pescador, agricultor e caçador, atividades que garantiram o sustento da família. O apelido “Predador” surgiu da época em que ele iniciou na caça, quando se tornou um exímio caçador.

FOTO: Amaury Moraes/FEI

-publicidade-