Amazonas Notícias

‘Maio Laranja’: Abertura da campanha nos CECF alerta para o combate a violência sexual contra crianças e adolescentes

Uma roda de conversa para conscientizar pais e responsáveis sobre a importância de redobrar a atenção com crianças e adolescentes, comandanda pelo Conselho Tutelar da zona sul de Manaus, marcou a abertura da Campanha ‘Maio Laranja’, nesta terça-feira (07/05), no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) André Araújo, localizado no bairro Raiz. 

Uma oficina de produção de cartazes com flor gérbera, símbolo da campanha, manteve a atenção das crianças presentes no evento. 

Anualmente, a Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) participa da Campanha do 18 de Maio, realizando atividades nos sete Centros Estaduais de Convivência da Família e do Idoso. 

O movimento ‘Maio Laranja’ tem alcance nacional e visa mobilizar a sociedade brasileira para o engajamento contra a violação dos direitos de crianças e adolescentes. O objetivo é conscientizar, orientar, sensibilizar e educar para a prevenção e o combate da violência sexual praticada diariamente contra crianças e adolescentes.

De acordo com a conselheira tutelar da zona sul, Kiky Anjos, a vigilância é ponto fundamental para quem tem filhos menores, considerando que o abuso sexual está presente no centro da famílias, na escola, na rua, seja aonde for que a criança se encontre diariamente. “De cada dez abusos, sete acontecem dentro de casa, daí a necessidade de qualquer mudança de comportamento observada em crianças/adolescentes investigar e ficar em alerta”, destacou.

Kiky Anjos declarou ainda que as denúncias ainda não são tão comuns, diante dos inúmeros casos que acontecem. “De cada cinco casos, no máximo duas fazem a denúncia, tendo em vista que, por medo, a maioria das crianças sofre calada, desenvolvendo problemas psicológicos para o resto da vida”, assinalou. 

A conselheira frisou ainda que é caracterizado estupro de vulnerável, em crianças de 14 anos para baixo, qualquer situação de toque, beijo na boca, mesmo com o consentimento da criança, porque nessa idade ela é considerada incapaz.

Caminhada matinal

A diretora do CECF André Araújo, Leila Gazel, disse que a próxima ação da Campanha Maio Amarelo será a caminhada no dia 16 de maio, envolvendo os usuários do centro, a comunidade do entorno e os alunos da escola na Escola Estadual Milburges e Escola Tiradentes. A ação vai acontecer a partir das 9h.

“A campanha vai ser trabalhada o mês de maio inteiro, principalmente a parte da prevenção em todos os Grupos de Convivência, inclusive os dois grupos de criança, mostrando como eles conseguem ajudar a denunciar a violência sexual de crianças e adolescentes”, detalhou.

Para Ana Paula Ramos Baima, moradora do bairro da Raiz, que tem um filho de 11 anos participando da equipe do futsal no centro, a campanha do Maio Laranja é importante para esclarecer tanto os pais, como os próprios filhos, sobre o crime de abuso sexual que tem prejudicado muitas famílias. “O medo tem sido constante nas famílias, principalmente quem tem meninas”, afirmou.

Edmilson Serrão dos Santos, pai de um menino de seis anos, que também faz atividades no centro, admite que os tempos são difíceis para criar filhos. “Converso bastante com ele, sobre vários assuntos, inclusive drogas e abuso sexual, buscando gerar confiança em nossa relação”, disse.

Fotos: Marcos Vasconcelos/Seas

Relacioandos