Mais de 1,2 mil cartões de alimentação são entregues para moradores de baixa renda em Manaus

O auxílio tem valor total de R$ 300,00 e poderá ser usado para compras de alimentos, produtos de higiene e limpeza

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) ‘Gerando Falcões’, começou a distribuição, neste mês, de 1.234 cartões de alimentação para moradores de bairros periféricos em Manaus. A iniciativa “Corona no Paredão, Fome Não!” está beneficiando diversas famílias de baixa renda em todo o país na pandemia do coronavírus.

Os cartões estão sendo distribuídos para famílias cadastradas no Programa Cidades Sustentáveis da FAS e que residem nos bairros Redenção e Monte das Oliveiras, e no Parque das Tribos, comunidade indígena que fica no bairro Tarumã e onde residem mais de 35 etnias.

Com o auxílio, que é dividido em duas parcelas de R$ 150, as pessoas poderão comprar produtos alimentícios, de higiene e de limpeza. Os cartões são do tipo vale-alimentação e no momento da entrega já terão o valor da primeira parcela liberado, sendo recarregados após 30 dias, com o restante do valor.

De acordo com Nina Rentel, diretora de Operações da Gerando Falcões, foram mais de 170 mil famílias atendidas em todo o país só neste ano, impactando mais de 850 mil pessoas. “Os cartões são como vale-alimentação. Essa iniciativa, inclusive, poderá fomentar o comércio das regiões em que moram as famílias. Vamos continuar trabalhando para garantir alimento às pessoas mais afetadas pela pandemia”, afirma Nina. O saldo ficará disponível no cartão até ser totalmente utilizado, sem prazo limite para uso.

A coordenadora do programa Cidades Sustentáveis da FAS, Cristine Rescarolli, que está organizando a distribuição dos cartões na capital amazonense afirmou que a parceria com a Gerando Falcões vem para agregar e fortalecer as atividades da FAS durante pandemia. “Desde o início da pandemia, estamos realizando uma série de ações e projetos para amenizar os impactos da pandemia no Amazonas. Os cartões beneficiarão mais de mil pessoas e fará o diferencial na vida delas, principalmente diante de todos os problemas e dificuldades de período”, comentou Rescarolli.

Sobre a campanha

A campanha Corona no Paredão, Fome Não! Do Instituto Gerando Falcões visa apoiar o combate à fome no Brasil durante a pandemia da Covid-19. Além disso, atende famílias em situação de extrema pobreza, por meio do trabalho em rede com organizações sociais e lideranças que atuem em territórios de vulnerabilidade social, utilizando a chamada “cesta básica digital”. Já são mais de 850 mil pessoas em processo de alimentação em todo o país.

As cestas básicas digitais são cartões do tipo vale-alimentação, da empresa Ticket. O cartão pode ser utilizado em mercados que fazem parte da rede credenciada da Ticket.

Gerando Falcões

A Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que atua em rede para acelerar o poder de impacto de líderes de favelas de todo país que possuem um sonho em comum: colocar a desigualdade das favelas no museu. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. Os projetos se baseiam em esporte e cultura para crianças e adolescentes, qualificação profissional para jovens e adultos e geração de renda.

Foto: Divulgação