As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Mais de 80 mil alunos da rede municipal participam de avaliação de desempenho

Mais de 80 mil alunos do 3º, 5º, 7º e 9º ano do Ensino Fundamental, Projeto Itinerante (7º e 9º ano) e Educação Básica de Jovens e Adultos (3º e 4º fase) realizam durante toda esta quinta-feira, 20/7, a segunda Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), de 2017.

A avaliação acontece em 300 unidades de ensino da rede em todos os turnos e foi implantada na secretaria, em 2014, nos moldes da Prova Brasil, do Ministério de Educação (MEC), que compõe a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O intuito da ADE é aprofundar o conhecimento sobre o cenário da educação em Manaus. A partir das informações sobre dificuldades em determinados conteúdos, a intenção é elaborar atividades para melhorar o processo de ensino-aprendizagem do aluno, conforme orientação constante do prefeito Arthur Virgílio Neto.

Na Escola Municipal João Goulart, localizada no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus, no turno matutino, aproximadamente 95% dos alunos do 3º ano estiveram presentes para fazer a avaliação.

Segundo a gestora da escola, Marilena Gazel, os pais e responsáveis dos alunos são informados da importância da avaliação. Ainda de acordo com a gestora a avaliação será realizada nos três turnos chegando num total de 370 alunos dos 3º, 5º, 9º anos e EJA. “A escola divulga diariamente a importância da ADE na acolhida dos alunos e os pais também participam da atividade.”

Já na Escola Silvia Helena Costa de Oliveira Bonetti, no Conjunto Viver Melhor, mesma zona da cidade, as provas acontecerão nos dois turnos com turmas de 3º e 5º ano. No matutino, mais de 300 alunos fizeram a avaliação, e no turno vespertino são esperado aproximadamente 600 estudantes das mesmas séries.

O professor da turma, Sérgio Freitas, preparou os alunos para a avaliação utilizando a proposta curricular e explicou a importância da ADE. “Eu venho aplicando os conteúdos da proposta curricular, com os resultados, faço um reforço com eles”.

O conteúdo da prova é elaborado pelos assessores da Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM) da Semed, com base nas habilidades e competências de cada série, e da proposta curricular da secretaria.

A chefe da DAM, Núbia Breves, disse que a avaliação é uma forma de verificar onde o aluno está com dificuldade e trabalhar para seja que o problema seja solucionado. “Precisamos identificar em qual habilidade os nossos alunos não está indo bem e daí traçar um planejamento”.

Estiveram presente nas escolas auxiliando na ADE, os mais 1 mil beneficiários do Programa Bolsa Universidade (PBU) que foram selecionados pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) como contrapartida.

você pode gostar também