As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Manaus é protagonista na COP23

O secretário-executivo para a América Latina da Cúpula do Clima para Líderes Locais e regionais (ICLEI, na sigla em inglês), Rodrigo Perpétuo, destacou a participação da cidade de Manaus, representada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, na estratégia da organização para ampliar a discussão e a atuação da entidade em relação às mudanças climáticas globais. “O prefeito Arthur, aqui na COP23, reafirmou seu compromisso não somente com o ICLEI, que representa os governos locais junto à ONU, mas com o desenvolvimento sustentável.”

Para o prefeito, as mudanças climáticas globais precisam do apelo amazônico sob todos os aspectos; seja pela influência do homem nos eventos naturais, seja pela valorização do desenvolvimento da Amazônia, tendo a preservação da floresta como um dos principais objetivos. “Manaus pretende transformar, de fato, a Amazônia numa questão do país.”

A delegação de Manaus participou dos painéis que apresentaram questões relacionadas às mudanças climáticas em diversos continentes do mundo, além de boas práticas de governos locais. O prefeito de Bonn, cidade anfitriã do evento, Ashok-Alexander Sridharan, que também é primeiro vice-presidente do ICLEI, declarou que estará em breve no Caribe e poderá estar também em Manaus.

O grupo de Manaus é coordenado pelo prefeito Arthur Virgílio e tem participação da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro; do secretário municipal de Limpeza Urbana, Paulo Farias, e do secretário municipal de Comunicação, Eric Gamboa.

O secretário-executivo do ICLEI afirmou que a questão do clima global pode parecer muito distante da vida cotidiana do cidadão comum, mas, segundo ele, não está. Perpétuo também destacou que os prefeitos e as autoridades locais têm o papel e a responsabilidade de traduzir o tratado global, que é o Acordo de Paris, o acordo do clima, para as situações reais do dia-dia de cada cidadão.

Neste sentido, o prefeito Arthur Virgílio Neto explicou que Manaus precisa ser muito ajudada para colaborar com a estratégia mundial de mitigação das mudanças climáticas.

Ainda na Conferência do Clima, o prefeito de Manaus participará de uma mesa onde falará dos investimentos na cidade e projetos desenvolvidos em parceria com o Banco Mundial. Nesta segunda-feira, 13/11, o prefeito também terá reunião com o representante do escritório das Nações Unidas para o Clima onde será discutida a renovação do contrato de controle das emissões de gases do efeito estufa. Atualmente, a Prefeitura de Manaus gera créditos de carbono com o projeto desenvolvido no aterro sanitário municipal, aferido pela Organização das Nações Unidas (ONU).