Take a fresh look at your lifestyle.

Manaus FC passa vexame e Bosco Saraiva preocupado

-publicidade-

Manaus FC passa vexame

O campeão amazonense Manaus FC, conseguiu uma classificação esforçada na última quarta-feira pela Copa Verde. A partida de volta, classificou o Gavião Baré, para a próxima fase e, por tabela, desclassificou o vice-campeão paraense. A peleja foi no estádio Mangueirão e foi comemorada até por torcedores do Paysandu, adversário tradicional do Clube do Remo. Mas, nem tudo foi festa para o time verde e branco. O melhor jogador do Manaus era o meia Wander. Ele sofreu um “agarrão” do volante Negueba, que rasgou a camisa do atleta amazonense.

E pasmem amigos leitores, o Manaus foi jogar em Belém, com um único uniforme. Portanto, sem camisas reservas, como uma rasgou, não tinha outra para repor. Sabe qual foi a alternativa para a comissão técnica? Substituir o atleta. Isso mesmo, retirar o seu melhor jogador por falta de uniforme! O lance inusitado foi apresentado em rede nacional pelo Esporte Interativo que transmitia a partida para todo o Brasil. O repórter, inclusive ficou fazendo chacota com a equipe amazonense, questionando a diretoria que não providenciou fardamento decente para o único representante do futebol amazonense na Copa Verde. Patético…

Belão cobra luz

O deputado estadual Belarmino Lins, cobrou a implantação do Programa Luz Para Todos em comunidades ribeirinhas e indígenas do município de São Paulo de Olivença. Belão ficou de cobrar pessoalmente do coordenador estadual do Programa, Robson de Bastos, já que o atendimento à comunidades indígenas era prioridade. O Luz Para Todos foi criado. pelo Presidente Lula e tinha como finalidade levar energia elétrica aos rincões mais distantes da Amazônia. Com a chegada do presidente Temer, o projeto sofreu um grande revés. Agora o parlamentar está pleiteando atendimento imediato.

Bosco preocupado com a imagem

A secretaria de segurança pública era uma ótima vitrine e o vice-governador, Bosco Saraiva esperava tirar proveito da exposição para pleitear sonhos mais altos. Mas, com a violência desenfreada que se está imperando em Manaus, ele mostra sinais de preocupação
Amazonino Mendes tem esperança que o seu secretário possa desempenhar um grande papel e assim, ganhar créditos com a população. Mas, com os recentes casos de cadáveres decapitados lançados em igarapés e na periferia da capital, assim como, no interior do estado, Bosco está refletindo e traçando novas linhas de ação, pois os problemas de violência parecem crônicos, sem solução. Além das desovas, os assaltos aos ônibus coletivos tiram a paciência do secretário, que já não tem mais respostas pra dar quando é indagando. Enquanto isso a população fica a mercê da própria sorte.

-publicidade-