Amazonas Notícias

Manaus integra grupo para aprimorar o prontuário eletrônico utilizado nas unidades de saúde

A Prefeitura de Manaus dá mais um passo para aprimorar os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital. A equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), única da região Norte a fazer parte do grupo de colaboração do e-SUS/PEC (Prontuário Eletrônico do Cidadão) e do Sisab (Sistema de Informação da Atenção Básica), do Ministério da Saúde, vai ter acesso a versões antecipadas dos sistemas e poderá sugerir melhorias de forma a adaptá-los à realidade dos manauaras.

Na prática, o acesso antecipado à versão do e-SUS/PEC e do Sisab vai permitir a avaliação de suas funcionalidades para subsidiar propostas de melhorias que se adequem aos processos e fluxos de atendimento da Atenção Primária à Saúde gerenciados pela Semsa.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, pontua que novos painéis orientadores serão estruturados para que as metas da secretaria sejam atingidas e aprimoradas.

“Ao ter acesso a esses dados, nós poderemos sugerir novas funcionalidades aos sistemas e, assim, ofertar um serviço que responda às demandas da população”, explica.

Segundo a diretora de Inteligência de Dados da Semsa, Sanay Pedrosa, um encontro em Brasília (DF) com os representantes dos municípios que fazem parte do grupo piloto, que além de Manaus reúne Londrina (PR), Juazeiro do Norte (CE), Severiano (RN), Coronel Fabriciano (MG), Pelotas (RS), Otacílio Costa (SC), Vila Velha (ES) e Arujá (SP), já está marcado para a primeira quinzena de março com a equipe do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Nesta reunião os participantes irão avaliar como cada município está lidando com os sistemas em seus respectivos territórios.

“O Prontuário Eletrônico do Cidadão, por exemplo, é uma ferramenta que reúne informações clínicas de cada usuário atendido em nossas Unidades Básicas de Saúde. E a partir do acesso a essas informações em primeira mão, poderemos melhorar também o trabalho de nossos servidores de modo a contemplar necessidades que não estávamos percebendo. É um prestígio muito grande o fato de Manaus fazer parte desse grupo”, comemora Sanay.

A participação da capital amazonense no grupo de trabalho aconteceu por meio de uma indicação do Conasems, que avaliou a performance da cidade na utilização dos sistemas, e apresentou a proposta ao Ministério da Saúde. Cem por cento dos estabelecimentos de saúde utilizam o e-SUS/PEC em sua rotina, em Manaus.

Registro

O e-SUS/APS passou a ser utilizado em 2013 e o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), uma de suas funcionalidades, é um recurso que permite o registro online de informações dos usuários atendidos nas Unidades Básicas de Saúde.

O PEC garante que os profissionais de saúde tenham acesso às informações sobre atendimentos, exames e condições dos usuários, que podem ser acessadas em qualquer unidade de saúde da Semsa. É um recurso facilitador do trabalho em todos os níveis de gestão do SUS, uma vez que os dados são integrados, como o histórico de atendimento do cidadão, a outros sistemas do governo federal, como o Conect SUS, por exemplo.

Já o Sistema Sisab é uma base de informações para financiamento e adesão aos programas e estratégias da Política Nacional de Atenção Básica.

Ambos os sistemas fazem parte do e-SUS Atenção Primária, que tem o objetivo de incrementar a gestão da informação, automatizando os processos de modo a possibilitar a melhoria das condições de infraestrutura e dos fluxos de trabalho.

Texto – Tânia Brandão / Semsa
Foto – Divulgação / Semsa

Relacioandos