As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Manaus sediará o primeiro encontro oficial da Ópera Latinoamérica no Brasil

Em 2021, Manaus sediará o Encontro Anual da Ópera Latinoamérica (OLA), entidade que reúne representantes dos teatros de ópera da América Latina e Espanha. O anúncio foi feito durante a 12ª edição do evento, que está acontecendo no Teatro Solís, em Montevidéu, no Uruguai, após votação em que a capital do Amazonas concorreu com as cidades de Cali (Colômbia) e Lima (Peru).

Será a primeira vez que o Brasil receberá o evento. De acordo com o secretário de Cultura do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, o encontro será importante para o Estado, inclusive trazendo investimentos para o Amazonas.

“É uma grande vitória para a Cultura do Estado, uma vez que a OLA é uma organização reconhecida internacionalmente. Certamente será importante para que a gente possa continuar colocando a cultura do Estado do Amazonas em nível internacional, viabilizando investimentos de outros países na nossa cultura, o que beneficiará o estado nesse trabalho que estamos desenvolvendo, de forma coletiva, na geração de trabalho e renda para a população”, pontua.

Para Flávia Furtado, produtora executiva do FAO, que representa o festival no encontro em Montevidéu, a escolha será um divisor de águas para o trabalho realizado em Manaus.

“O Brasil tem quatro teatros ativos na OLA, mas nunca havia sido escolhido para sediar esse encontro, que reúne todos os membros para discutir os caminhos da ópera no mundo. A escolha do Teatro Amazonas é o reconhecimento do nosso trabalho. Será um divisor de águas para o Festival Amazonas de Ópera, já que estaremos à frente das discussões, promoveremos visitas ao Teatro e à CTP (Central Técnica de Produção), onde todos poderão conhecer in loco o nosso trabalho”, comenta.

Prévia – Em 2019, durante a 22ª edição do Festival Amazonas de Ópera (FAO), foi realizado em Manaus o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, que reuniu representantes do segmento, entre eles o secretário especial de Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Medeiros Pires; a chefe do Departamento de Economia do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Trinidad Zaldivar; e a diretora administrativa da OLA, Paulina Ricciardi.

O evento, que discutiu a importância do mercado operístico para a economia, também foi importante para garantir ao Teatro Amazonas a oportunidade de sediar o encontro anual da OLA.

Sobre a OLA – A Ópera Latinoamérica (OLA) foi fundada em 2007, tendo o Teatro Amazonas como um dos membros fundadores. Sediada em Santiago (Chile), tem mais de 25 membros de 11 países da América Latina e Espanha: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, Estados Unidos, México, Peru e Uruguai.

Atualmente o Brasil tem quatro membros ativos na OLA: Teatro Amazonas (AM), Theatro da Paz (PA), Theatro Municipal de São Paulo (SP) e Cia Lírica de São Paulo (SP).

FOTO: Michael Dantas/SEC

você pode gostar também