Take a fresh look at your lifestyle.

Manaus vive segunda onda da Covid-19, aponta pesquisador da Fiocruz

A afirmação diz que há contradições entre dados divulgados pela FVS

-publicidade-

Jesem Orellana, que é epidemiologista da Fiocruz na Amazônia diz que não adianta colocar “panos quentes” para esconder dados. Ele afirmou que Manaus já está na segunda onda de mortalidade pelo vírus. As informações são do site BNC Amazonas.
“O caldeirão da morte por covid-19 em Manaus aumentou de tal forma que não há mais como você colocar ‘panos quentes’ para tentar esconder isso. Claro que não vai ser um padrão de mortalidade semelhante ao que ocorreu em abril e maio”.
Segundo ele, desde o dia 1º de junho, quando iniciou o ciclo gradual de abertura da economia, foram registradas 700 mortes.
“Você sabe quantas mortes foram tornadas públicas pela FVS (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas) nesse mesmo período? Menos de 110%”.
“Então, eles ficam fazendo esse joguinho para tentar ludibriar, para tentar confundir a opinião pública. Divulgam morte por síndrome respiratória e temos que admitir, eles obtiveram bastante sucesso com essa estratégia”, disse.

-publicidade-