Manifestante é detida ao tentar chutar motociclistas durante manifestação em Porto Alegre

Uma mulher foi presa em Porto Alegre, durante motociata realizada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Segundo a Brigada Militar, a manifestante não respeitou a orientação da BM, tentou chutar uma moto que passava, foi contida por PMs e os desacatou. Ela foi algemada e retirada do local, segundo a BM, por questões de segurança.

Segundo os policiais, a mulher foi levada para a delegacia de plantão, onde foi feito um registro policial por desacato e desobediência. Depois do registro, na DPPA, ela foi liberada.

Eis a nota da Polícia Militar do Rio Grande do Sul:

Durante a manifestação de motociclistas pela Capital, por volta das 12h, um grupo de manifestantes contrários formou-se próximo aos cruzamentos entre as Av. João Pessoa e Av. Venâncio Aires.

Uma das manifestantes, de 47 anos, começou a ameaçar os motociclistas que passavam, quando foi abordada e solicitada por diversas vezes a se afastar do leito da via, de forma a evitar possível acidente.

Apesar das repetidas tentativas das PMs de afastar a mulher, ela desobedeceu a ordem, desacatou as PMs que a abordaram, tentou chutar um dos motociclistas e manteve as ameaças de agressão.

Em razão disso, a mulher foi contida por policiais femininas no local e conduzida até a 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde, após produção de termo circunstanciado por desobediência, foi liberada.

Apesar de ser o único incidente registrado, em uma situação específica, onde apontam evidências que justificam o recolhimento da manifestante, ainda assim a BM abrirá procedimento para apuração, em nome da transparência e do rigor com os fatos. Fonte Gazeta Brasil