As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

MAP Linhas Áreas é vendida e pode acabar com voos para interior do Amazonas

O risco de diminuição ou cancelamento dos voos da empresa aérea MAP, que nesta quarta-feira (21) foi vendida para a empresa Passaredo Linhas Aéreas, foi denunciado nesta quinta-feira (22) pelo deputado estadual Fausto Jr.

A MAP é a única empresa de aviação com linhas para o interior do Amazonas. Com a venda da companhia, o setor aeroviário local está apreensivo com o risco da diminuição dos voos e demissões na capital e interior.

Após a paralisação completa da empresa aérea Avianca, em maio deste ano, as rotas da companhia foram redistribuídas pela Agência Nacional de Aviação (Anac) para outras empresas de aviação, entre elas a MAP.

Com a medida, a MAP recebeu permissão para operar em aeroportos fora da região Norte, entre eles o de Congonhas, em São Paulo. Foi esse aumento no número de rotas que despertou interesse da Passaredo pela aquisição da MAP.

O deputado Fausto Jr. explica que a Passaredo é uma empresa de Ribeirão Preto, no interior de SP, e adquiriu 100% do controle societário da MAP. Por isso, segundo o deputado, o setor de transporte aéreo no Amazonas está apreensivo com a diminuição de voos e a possibilidade de demissões.

“Estamos atentos às mudanças que devem acontecer nas próximas semanas, pois vão afetar o transporte e os empregos em vários municípios do interior do Amazonas”, afirmou Fausto.

Com a aquisição da MAP, a Passaredo ganha reforço de aeronaves para cobrir rotas que eram da Avianca. A partir de agora, a empresa paulista entra com força nos aeroportos mais movimentados do País, disputando espaço valioso entre as grandes companhias aéreas brasileiras.

Texto: Assessoria do Deputado

você pode gostar também