Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Marcelo Serafim, Rebecca Garcia e Silas Câmara são alvos de inquérito por desvio de verba parlamentar

A investigação é conduzida pelo Supremo Tribunal Federal

Três políticos amazonenses estão entre os investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por desvios de verba da cota para exercício da atividade parlamentar (Ceap). O atual deputado Silas Câmara (Republicanos) e os ex-deputados marcelo Serafim (PSB) e Rebeca Garcia (Progressistas) são os indiciados.

A decisão é da ministra Rosa Weber. No total, oito deputados federais e um senador, que atuaram entre os anos de 2014 e 2018, serão investigados pelos desvios. O Ministério Público Federal (MPF) apurou que nas gestões dos investigados houve um forte esquema de falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Eles usaram a empresa jurídica Atos Dois Propaganda e Publicidade Ltda para os esquemas.

Marcelo Serafim afirmou ainda que exerceu o mandato de deputado federal entre os dias 01 de fevereiro de 2007 até 31 de janeiro de 2011. Portanto, fora do período onde a investigação aponta possíveis irregularidades. Ele havia deixado de ser deputado há quase 4 anos.

Silas Câmara ainda não se manifestou sobre as denúncias. Já Rebecca Garcia vai se manifestar após ter acesso ao inquérito.

-publicidade-